Notícia

Concurso TJ MT: cargos previstos divulgados; banca em breve

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJ MT) apresentou quais os cargos previstos para o novo concurso TJ MT para preenchimento do quadro administrativo do órgão!

Vale lembrar que anteriormente o processo de remoção interna que comumente antecede um novo edital de concurso público já estava em andamento.

Segundo o documento divulgado, serão ofertados os seguintes cargos:

  • Analista Judiciário – Especialidade: Economia;
  • Analista Judiciário – Especialidade: Ciências Contábeis;
  • Analista Judiciário – Especialidade: Direito;
  • Analista Judiciário – Especialidade: Administração;
  • Analista Judiciário – Especialidade: Engenharia;
  • Analista de TI;
  • Técnico Judiciário;
  • Oficial de Justiça.

Ressalta-se ainda que, de acordo com o último levantamento disponível no portal da transparência do órgão, o quadro de servidores conta com um déficit de 248 cargos vagos.

O último concurso para servidores foi realizado em 2015 e teve sua validade prorrogada até maio de 2022. Confira mais informações no decorrer do artigo!

  • Concurso TJ MT
  • Status: concurso anunciado
  • Vagas: a definir
  • Salário inicial: R$ 2.692,71 a R$ 16.203,13
  • Último edital TJ MT

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Concurso TJ MT: situação atual

Novo concurso

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso deu início ao processo de remoção interna que comumente antecede um novo edital de concurso público.

A presidente do TJ MT, desembargadora Clarice Claudino, informou por meio de ofício divulgado no dia 02 de fevereiro de 2023 que o último certame ocorreu em 2015 e que, por isso, foi iniciada a “viabilidade de realização de processo seletivo de remoção de servidoras e servidores do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso, como etapa preparatória à realização de novo concurso.”

O edital de remoção interna atende ao relatório divulgado pelo CNJ no fim de 2022, onde foi apontado que o TJ MT atualmente conta com “excesso” de servidores comissionados.

Segundo a legislação do próprio TJ MT, estão previstos 413 cargos comissionados no quadro de servidores.

No entanto, de acordo com o portal da transparência, dados de 16 de janeiro de 2023, 1.038 cargos são ocupados por servidores sem vínculo efetivo. Veja!

Recomendação CNJ

Durante inspeção realizada em agosto no Tribunal de Justiça do Mato Grosso, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recomendou um novo concurso TJ MT para preenchimento o quadro de servidores.

De acordo com relatório apresentado pelo CNJ, os cargos comissionados do Tribunal atualmente encontram-se preenchidos por funcionários fora da carreira, e determinou que que a corte do órgão se reorganize de maneira que os cargos comissionados sejam preenchidos por funcionários efetivos.

Assim, uma nova seleção para ajustar o quantitativo de servidores do quadro admistartivo torna-se necessária, conforme estipula a Constituição Federal. Confira todos os detalhes aqui!

Validade vencida

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso retomou a contagem do prazo de validade do último concurso TJ MT até maio de 2022, que ofertou aos candidatos no total de 168 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reserva para cargos de níveis médio, técnico e superior, dentre os quais não se incluía o de Oficial.

Atualmente, a validade encontra-se vencida.

Cargos Vagos

Acompanhe na tabela abaixo a quantidade de cargos vagos no TJ MT para os cargos mais recorrentes em concurso, de acordo com os dados do Portal da Transparência de 20 de novembro de 2023 :

CargoVagos
Analista judiciário02
Oficial de Justiça85
Técnico Judiciário161
Total248
Tabela de cargos vagos TJ MT

Concurso TJ MT: carreira

Salários e Benefícios

Conforme a última divulgação da estrutura remuneratória dos servidores efetivos do TJ MT, em agosto de 2022, o vencimento básico inicial para os principais cargos varia entre R$ 3 mil e R$ 6 mil. Os valores apresentados abaixo, porém, não estão acrescidos das possíveis gratificações.

Analista Judiciário:
Inicial: R$ 6.383,57
Final: até R$ 11.603,05

Técnico Judiciário:
Inicial: R$ 3.343,19
Final: até R$ 8.792,21

Oficial de Justiça:
Inicial: R$ 4.889,21
Final: até R$ 12.862,97

Desenvolvimento Funcional

A progressão por níveis (progressão vertical) levará em conta critérios de desempenho devidamente avaliados anualmente, devendo respeitar o interstício de 03 anos de efetivo exercício no nível anterior.

A passagem do servidor às classes subsequentes da sua carreira se dá por progressão horizontal, após o interstício de 05 anos de efetivo exercício na classe anterior, satisfeitas as exigências de capacitação de cada carreira:

Técnico Judiciário:

a) a classe “A” é privativa de graduados em curso de nível médio, reconhecido por órgão governamental competente;

b) a classe “B” é privativa de servidores que comprovarem a participação, de no mínimo 120 horas, em cursos de capacitação, em área de conhecimento específico para as funções exercidas;

c) a classe “C” é privativa de graduados em curso de nível superior em Direito, Letras, Administração, Economia ou Ciências Contábeis;

d) a classe “D” é privativa de servidores com, no mínimo, curso de Pós Graduação Lato Sensu em áreas relativas às atribuições desempenhadas.

Analista Judiciário:

a) a classe “A” é privativa de graduados em curso de nível superior, reconhecido por órgão governamental competente;

b) a classe “B” é privativa de servidores com curso de Pós Graduação Lato Sensu em áreas relativas às atribuições desempenhadas;

c) a classe “C” é privativa de servidores com curso de Mestrado em áreas relativas às atribuições desempenhadas;

d) a classe “D” é privativa de servidores com curso de Doutorado em áreas relativas às atribuições desempenhadas.

Atribuições dos principais cargos

Analista Judiciário:

Missão: Garantir que as atividades do Poder Judiciário sejam realizadas de forma regular e satisfatória aos usuários.

Atividades:
– Distribuição dos processos e anotação no relatório diário;
– Distribuição das iniciais e petições para registro, autuação e juntada;
– Distribuição dos mandados para Oficiais de Justiça;
– Controlar, conferir e registrar a produção da Secretaria e do Gabinete; Triagem e separação de processos para impulsionamento.

Técnico Judiciário:

Missão: Garantir que as atividades fim do Poder Judiciário sejam realizadas de forma regular e satisfatória aos usuários.

Atividades:
– Registros e autuações de processos, redação e digitação de certidões, informações, registro das decisões proferidas, juntadas de expedientes, atendimento telefônico, bem como ao público em geral, carga/remessa de processos a outros juízos/comarcas, certificação de expedição de ofícios, alimentação do Sistema Atenas/Apolo, arquivamento de processos.
– Registra a petição, distribui processos entre as varas, arquiva o processo, emite informações e certidões, faz atualizações monetárias, protocola, calcula os recebimentos de emolumentos, presta informações, busca registros e calcula custas processuais;
– Dá autorizações administrativas, comunica internamente, faz backup, operacionaliza processos administrativos, controla materiais e serviços gerais, administra o patrimônio, recursos financeiros e recursos humanos.

Auxiliar Judiciário:

Missão: Executar atividades que forneçam condições necessárias para que os superiores administrativos atinjam seus objetivos organizacionais.

Atividades: Executar atividades de baixa complexidade e responsabilidade relativas à unidade organizacional que está lotado.

Oficial de Justiça

Atividades: Realizar citações, intimações, notificações, prisões, seqüestros, arrestos, penhoras, separação de corpos, integração e reintegração de posse, avaliações e demais medidas determinadas pelo juiz.
– Proceder a avaliação, a guarda e conservação de bens, quando necessário, nos moldes da legislação em vigor.
– Cumprir o mandado e elaborar os documentos relativos, constatar, averiguar e fiscalizar as questões ligadas às crianças e adolescentes, controlar a manutenção da frota, elaborar a avaliação judicial e efetuar o leilão.
– Compreendendo funções e atividades operacionais, técnicas e administrativas do Poder Judiciário consideradas de média complexidade.

Último concurso TJ MT

O último concurso do Tribunal de Justiça do Mato Grosso foi publicado em 2015 e realizado em 2016, quando foram ofertadas 168 vagas para cargos de nível médio e superior. A organização do certame ficou por conta da UFMT, a Universidade Federal do Mato Grosso. Foram registrados no total, 24.052 inscritos, uma concorrência de aproximadamente 143 candidatos por vaga.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso publicou a suspensão do prazo de validade do concurso TJ MT 2015. De acordo com o documento, é suspenso, a partir do dia 20 de março de 2020 até 31 de dezembro de 2021, o prazo de validade do certame.

Distribuição das vagas

Analista Judiciário (Nível superior) – 110 vagas:
Administração
Ciências Contábeis
Direito
Economia
Engenharia Civil

Técnico Judiciário (nível médio) – 55 vagas

Distribuidor, Contador e Partidor (nível médio) – 03 vagas

Concurso TJ MT: etapas de provas

A Prova Objetiva foi constituída de questões de múltipla escolha, cada uma com 4 alternativas, versando sobre conhecimentos básicos e específicos. A Prova Discursiva, foi constituída de uma Redação sobre um tema do conhecimento específico. Ambas as provas foram realizada no mesmo dia, com 4 horas de duração.

Conhecimentos básicos – todos os cargos:
– Língua Portuguesa: 8 questões (peso 1)
– Noções de Informática: 5 questões (peso 1)
– Matemática: 5 questões (peso 1)
– Ética e da Filosofia: 2 questões (peso 1)

Conhecimentos Específicos:

Analista Judiciário – Direito
– Conhecimentos Específicos: 30 questões (peso 1)

Analista Judiciário – Demais especialidades
– Conhecimentos da área de formação: 20 questões (peso 1)
– Noções de Direito: 10 questões (peso 1)

Técnico Judiciário
– Conhecimentos Específicos: 30 questões (peso 1)

Distribuidor, Contador e Partidor
– Noções de Contabilidade: 10 questões (peso 1)
– Noções de Direito: 20 questões (peso 1)

Locais de prova

As provas, para todos os cargos, foram aplicadas nas seguintes cidades: Alta Floresta, Alto Araguaia, Apiacás, Aripuanã, Barra do Garças, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Cuiabá, Diamantino, Juara, Juína, Nova Xavantina, Peixoto de Azevedo, Pontes e Lacerda, Porto Alegre do Norte, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheria, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, São José do Rio Claro, Sinop, Tabaporã, Tangará da Serra.

Provas do último concurso TJ MT

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Quer estudar para Concurso TJ MT?

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para TJ MT:

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

♦Informações do último concurso TJ MT

►Data: 13 de março de 2016
►Vagas: 168
►Cargo: Analista Judiciário; Técnico Judiciário; Distribuidor, Contador e Partidor
►Requisito: nível médio e superior
►Banca: UFMT
►Último Edital: Edital TJ MT

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.