Concurso STM - Dicas para Técnico e Analista Adm.
Luis Eduardo

Concurso STM – Dicas para Técnico e Analista Adm.

Concurso STM teve edital publicado com 42 vagas na segunda feira, dia 18 de dezembro de 2017, com provas previstas para o dia 04 de março de 2018. A banca será o famoso Cebraspe (antigo Cespe)! Tão querido e tão temido pelos diversos candidatos a concursos públicos.

Confira meu vídeo com dicas e estratégias de estudo:

 

O STM tem tradição de nomear bem mais candidatos do que as vagas disponibilizadas no edital. No último concurso (em 2010), o órgão chamou 8 vezes mais do que o número de vagas. Espera-se que nesse ano também sejam chamados muito mais candidatos!

O cargo de Analista terá lotação em Brasília-DF. Os cargos de Técnico serão disponibilizados nas cidades de Brasília/DF (14 vagas), Rio de Janeiro/RJ (4 vagas), São Paulo/SP (3 vagas), Bagé/RS (1 vaga), Juiz de Fora/MG (2 vagas), Curitiba/PR (1 vaga), Manaus/AM (1 vaga), Recife/PE (1 vaga).

 

Instituição: Superior Tribunal Militar.

Banca Organizadora: Cebraspe.

Cargos: Nível médio e Nível superior.

Remuneração inicial: Técnico = R$ 6.708,53 / Analista =  R$ 11.006,83.

Data da Inscrição: 27 de dezembro de 2017 ao dia 15 de janeiro de 2018

Valor da Inscrição: Técnico =  R$ 75,00 / Analista = R$ 86,00.

Data da prova: 04 de março de 2018.

Período das provas: Analista = matutino / Técnico = vespertino

 

Disciplinas cobradas para Analista Administrativo:

  • Português;
  • Organização da Justiça Militar;
  • Ética no Serviço Público;
  • Acessibilidade;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Qualidade no Atendimento ao Público e Trabalho em Equipe;
  • Noções de Informática;
  • Administração Geral;
  • Administração Financeira e Orçamentária;
  • Administração de Recursos Humanos;
  • Administração Pública;
  • Direito Administrativo.

 

As disciplinas cobradas para o cargo de Técnico Administrativo são muito parecidas com essas. A diferença fica entre um ou outro item a mais ou a menos dentro de cada matéria.

Ou seja, se você conseguir cumprir todo o edital para Analista saiba que ficará faltando apenas três pontos a cumprir no edital de Técnico: a matéria de arquivologia aprofundada e os assuntos sobre poderes administrativos e organização administrativa dentro da matéria de Direito Administrativo.

Você encontra cursos para essas matérias aqui no Estratégia, totalmente focados nesse edital. Confira os cursos para esse e outros cargos AQUI.

 

Para o cargo de Analista Administrativo haverá provas objetivas e discursiva. Tanto as provas objetivas quanto a discursiva serão aplicadas no dia 04 de março de 2018 no turno da manhã e terá duração de 04 horas e 30 minutos. É muito importante saber o tempo de prova para que isso não seja um problema no dia da mesma. Serão quatro horas e meia para resolver os 120 itens da prova objetiva e realizar a discursiva, além das marcações na folha de respostas oficial. Treine isso e não seja pego de surpresa na hora da prova. Normalmente, leva-se no mínimo 1 hora para fazer a discursiva.

Esse concurso também trouxe a pontuação mínima. É necessário ter pelo menos 10 pontos na prova de conhecimentos básicos (itens de 1 a 7 do conteúdo programático acima) e 21 pontos na prova de conhecimentos específicos (itens de 8 a 12). Além disso, é necessário ter 36 pontos no somatório das duas provas para não ser eliminado do concurso.

A prova discursiva para o cargo de Analista valerá 40 pontos e será a redação de um texto dissertativo de até 30 linhas sobre o conteúdo programático dos conhecimentos específicos. Serão corrigidas 240 redações dos candidatos da ampla concorrência.

O seu primeiro objetivo para a aprovação é pontuar a prova objetiva de forma que você fique nessa colocação para que sua redação seja corrigida.

Não tenha medo! Ainda faltam 2 meses para a prova! É um bom tempo para aprofundar nos estudos, mas priorizar matérias de acordo com importância e dificuldade será fundamental.

Confira mais dicas de estudo no meu Facebook e no meu Instagram!

Abraços e até a próxima!

Compartilhe:

Luis Eduardo

Luis Eduardo

Auditor Fiscal do Estado de São Paulo (ICMS-SP), aprovado no concurso de 2013.   Aprovado também nos seguintes concursos: - Auditor Fiscal da Receita Municipal de Porto Alegre (ISS-Porto Alegre, em 2012, aos 22 anos)  - Técnico do Banco Central do Brasil (BACEN, em 2010) - Técnico do Ministério Público da União (MPU, em 2010)   Para ser aprovado em concursos, acho que a motivação é o aspecto mais importante que precisa ser desenvolvido! Quando estamos motivados, não ligamos para as dificuldades!   Gostaria de compartilhar o que vivenciei e o que aprendi durante os meus anos de estudo a fim de ajudar os concurseiros, principalmente aqueles que se encontram desmotivados e inseguros sobre o seu futuro no mundo dos concursos.

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados
Depoimentos dos Aprovados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.