Educação

Concurso SEE MG: confira os recursos para Especialista

Quer interpor recursos contra o gabarito do concurso SEE MG para Especialista em Educação Básica? Confira as possibilidades neste artigo!

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais teve suas provas aplicadas no último domingo, 22 de outubro. Com isso, já foram divulgados os gabaritos preliminares da etapa. 

Pretende interpor recurso para o concurso público da SEE MG? Todo o processo deve ser realizado nos dias 25 e 26 de outubro, no site da FGV.

E para te ajudar, nossos professores analisaram os gabaritos provisórios e identificaram algumas possibilidades de recursos. Confira abaixo e não perca o prazo:

Concurso SEE MG: webinário com possíveis recursos

Concurso SEE MG: recursos em Conhecimentos Específicos

Professores: Carla Abreu, Jaqueline Santos, Romário Falci, Otavio Prado, Mariana Paludetto

Olá, querido educando(a)!

Tendo em vista a divulgação do gabarito preliminar do concurso da SEE-MG para o cargo de Especialista de Educação Básica, temos a possibilidade em entrar com a interposição de recursos de algumas questões da parte de Conhecimentos Específicos.

É importante salientar que não devem realizar a cópia fidedigna conforme fizemos aqui. Pode usar unicamente as fontes citadas para fazer o seu recurso. Leia as argumentações utilizadas por nós nos recursos.

É necessário parafrasear os argumentos deste recurso tendo como base o que está escrito. Nós trazemos aqui algumas fontes para embasar bibliograficamente e solidificar os argumentos! Vamos pedir um favor: Falem com os amigos de vocês que fizeram este concurso para interpor os recursos.

Lembrem-se quanto mais pessoas fizerem barulho melhor será para ganharmos os recursos interpostos!

Sem mais delongas…

Vamos lá a interposição de recursos do Concurso SEE-MG!!!!

Prova utilizada: Tipo 4 – Azul

QUESTÃO 31

Acerca da consigna da questão e das alternativas (A) e (C), solicito deferimento para anulação da questão. Elenco o equívoco abaixo:

O trecho acima diz respeito à relação entre o Projeto Político Pedagógico e a realidade concreta. Ele se refere

  • (A) a crítica do idealismo na elaboração dos projetos educacionais por sua contradição para com o real.
  • (B) a visão de uma tensão produtiva entre as finalidades do projeto e a realidade concreta da situação.

As duas alternativas (A e C) estabelecem o conceito de dialética citado no trecho da questão “(…) vão dialetizar as aspirações do desejável e as fronteiras do possível(…)”. Embasa-se este fato com o conceito de dialética recomendado por Coutinho citado em Konder (2008), página 41:

“A dialética” – observa Carlos Nelson Coutinho – “não pensa o todo negando as partes, nem pensa as partes abstraídas do todo. Ela pensa tanto as contradições entre as partes (a diferença entre elas: o que faz de uma obra de arte algo distinto de um panfleto político) como a união entre elas (o que leva a arte e a política a se relacionarem no seio da sociedade enquanto totalidade).”

Diante do conceito acima, as duas alternativas estabelecem o conceito de dialética presumível no trecho da pergunta. Ambas as alternativas formam a categoria da contradição no texto. Dessa forma, as duas alternativas são corretas.

Embora se possa argumentar que “finalidades” (alternativa C) não é sinônimo de “aspirações” no trecho de abertura da pergunta, enfatizo que a consigna da questão é sobre a categoria da contradição na dialética “O trecho acima diz respeito à relação entre o Projeto Político Pedagógico e a realidade concreta”.

Como se pode observar acima, os elementos de oposição são colocados entre o ideal e a realidade concreta. Assim, a questão pede a categoria da contradição e não uma suposta relação com o trecho de abertura.

Referência: Konder, Leandro. O que é dialética. São Paulo: Brasiliense, 2008.

QUESTÃO 45

Assinale a opção que contém uma informação que não corresponde ao que aponta o autor sobre o avanço do uso das tecnologias da informação e da educação por pare das escolas.

No comando da questão a palavra “pare” impede a compreensão do candidato para a resolução da questão de forma fidedigna. Portanto, solicito a anulação da questão por entender que a palavra “pare” não completa o entendimento para fazer a resolução da questão.

QUESTÃO 46

Solicito deferimento para alteração da questão, pois a função primordial do Supervisor Pedagógico e Orientador Pedagógico não condiz com a alternativa dada pela banca.

Funções do Orientador Pedagógico

Lei nº 5.564/1968

Art. 1º A orientação educacional se destina a assistir ao educando, individualmente ou em grupo, no âmbito das escolas e sistemas escolares de nível médio e primário visando ao desenvolvimento integral e harmonioso de sua personalidade, ordenando e integrando os elementos que exercem influência em sua formação e preparando-o para o exercício das opções básicas.

Art. 5º Constituem atribuições do orientador educacional além do aconselhamento dos alunos e outras que lhe são peculiares, lecionar as disciplinas das áreas da orientação educacional.

Decreto nº 72.846/1973

Art. 1º Constitui o objeto da Orientação Educacional a assistência ao educando, individualmente ou em grupo, no âmbito do ensino de 1º e 2º graus, visando o desenvolvimento integral e harmonioso de sua personalidade, ordenando e integrando os elementos que exercem influência em sua formação e preparando-o para o exercício das opções básicas.

Art. 8º São atribuições privativas do Orientador Educacional:

  • a) Planejar e coordenar a implantação e funcionamento do Serviço de Orientação Educacional em nível de:
    • 1 – Escola;
    • 2 – Comunidade.
  • b) Planejar e coordenar a implantação e funcionamento do Serviço de Orientação Educacional dos órgãos do Serviço Público Federal, Municipal e Autárquico; das Sociedades de Economia Mista Empresas Estatais, Paraestatais e Privadas.
  • c) Coordenar a orientação vocacional do educando, incorporando-o ao processo educativo global.
  • d) Coordenar o processo de sondagem de interesses, aptidões e habilidades do educando.
  • e) Coordenar o processo de informação educacional e profissional com vista à orientação vocacional.
  • f) Sistematizar o processo de intercâmbio das informações necessárias ao conhecimento global do educando.
  • g) Sistematizar o processo de acompanhamento dos alunos, encaminhando a outros especialistas aqueles que exigirem assistência especial.
  • h) Coordenar o acompanhamento pós-escolar.
  • i) Ministrar disciplinas de Teoria e Prática da Orientação Educacional, satisfeitas as exigências da legislação específica do ensino.
  • j) Supervisionar estágios na área da Orientação Educacional.
  • l) Emitir pareceres sobre matéria concernente à Orientação Educacional.

Art. 9º Compete, ainda, ao Orientador Educacional as seguintes atribuições:

  • a) Participar no processo de identificação das características básicas da comunidade;
  • b) Participar no processo de caracterização da clientela escolar;
  • c) Participar no processo de elaboração do currículo pleno da escola;
  • d) Participar na composição caracterização e acompanhamento de turmas e grupos;
  • e) Participar do processo de avaliação e recuperação dos alunos;
  • f) Participar do processo de encaminhamento dos alunos estagiários;
  • g) Participar no processo de integração escola-família-comunidade;
  • h) Realizar estudos e pesquisas na área da Orientação Educacional.

REFERÊNCIAS: Lei nº 5.564/1968 e Decreto nº 72.846/1973

Funções do Supervisor Pedagógico

Segundo Rangel et alli (2001:12): “A supervisão passa de escolar, como é frequentemente designada, a pedagógica e caracteriza-se por um trabalho de assistência ao professor, em forma de planejamento, acompanhamento, coordenação, controle, avaliação e atualização do desenvolvimento de processo ensino-aprendizagem. A sua função continua a ser política, mas é uma função sociopolítica crítica (…).”

REFERÊNCIA: RANGEL, M.; ALARCÃO Izabel; LIMA, Elma; FERREIRA, Naura, S. C. Supervisão pedagógica. Campinas – SP: Papirus, 2001.

Logo, solicitamos a alteração de gabarito para a letra (D), que vai de encontro com as funções do Orientador Pedagógico e Supervisor Pedagógico, mais adequado.

(D) Criar condições para que o professor descubra a melhor forma de ajudar o estudante a aprender. Destaco, que o foco do processo educativo é a centralidade do estudante.

QUESTÃO 47

Acerca da Base Nacional Comum Curricular BNCC, assinale a alternativa correta.

  • (A) A BNCC é uma referência nacional para a formulação dos currículos, dos sistemas e das redes escolares dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
  • (B) A BNCC integra a política nacional de Educação Básica.
  • (D) Ao longo da Educação Básica, as aprendizagens essenciais definidas na BNCC devem concorrer para assegurar aos estudantes o desenvolvimento de dez competências gerais.

Solicito deferimento para anulação da questão, pois as três alternativas elencadas acima estão corretas. De acordo com o documento da BNCC, página 8, elucido os trechos nestes termos:

LETRA A e B

BRASIL (2018, p. 8): Referência nacional para a formulação dos currículos dos sistemas e das redes escolares dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e das propostas pedagógicas das instituições escolares, a BNCC integra a política nacional da Educação Básica e vai contribuir para o alinhamento de outras políticas e ações, em âmbito federal, estadual e municipal, referentes à formação de professores, à avaliação, à elaboração de conteúdos educacionais e aos critérios para a oferta de infraestrutura adequada para o pleno desenvolvimento da educação.

LETRA D

BRASIL (2018, p. 8): “Ao longo da Educação Básica, as aprendizagens essenciais definidas na BNCC devem concorrer para assegurar aos estudantes o desenvolvimento de dez competências gerais, que consubstanciam, no âmbito pedagógico, os direitos de aprendizagem e desenvolvimento.”

REFERÊNCIAS:

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018.

QUESTÃO 48

Solicito deferimento para anulação da questão, em virtude da indisponibilidade da afirmativa III na alternativa. A pergunta não possui alternativa correta, pois todas as afirmativas são corretas. Dessa forma, não há resposta possível para a questão.

Conforme a questão: Acerca da alternativa disponibilizada para escolha:

(B) I, II, II

Portanto, inviabiliza a ter o gabarito da questão 48.

Quer ficar antenado sobre tudo?

Siga-nos no @estrategia.educacao

Aguardamos vocês!

Saiba mais: Concurso Secretaria de Educação MG


Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Bruna de Andrade França

Publicitária e pós-graduada em Marketing e Growth, atuando na área de concursos públicos há cinco anos. Especialista em redação e criação de conteúdo, com práticas de SEO e Copywriting.

Posts recentes

Concurso TJ MA: gabarito extraoficial – Técnico Administrativo

As provas objetivas do concurso do concurso Tribunal de Justiça do Maranhão foram aplicadas neste domingo (12/05) e…

1 hora atrás

Concurso Politec PE: gabarito extraoficial – Agente de Medicina Legal

As provas objetivas do concurso do concurso Politec PE foram aplicadas neste domingo (21/07) e aqui você poderá…

6 horas atrás

A Zona Franca de Manaus na Reforma Tributária de 2023

A Zona Franca de Manaus na Reforma Tributária de 2023

8 horas atrás

Cadastro Eleitoral para TSE

Cadastro eleitoral para TSE

8 horas atrás

Resumo sobre o MEI (Microempreendedor Individual)

Olá, pessoal. Neste artigo, veremos um resumo sobre o MEI, incluindo direitos, deveres e requisitos…

11 horas atrás

Banpará: o que estudar?

Olá, tudo bem com você? hoje vamos falar sobre o Banpará: o que estudar para…

14 horas atrás