Notícia

Concurso Bombeiro PE: novas convocações são anunciadas

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDSPE) anunciou em suas redes sociais novas convocação para o concurso Bombeiro PE realizado em 2017. Serão chamados 25 aprovados, sendo 15 para o cargo de Oficiais e 10 para Soldado.

“É mais uma demonstração do compromisso do governador com a segurança pública. Com as 1.925 convocações já anteriormente anunciadas para as quatro operativas, Pernambuco terá o acréscimo de 2.077 novos profissionais até junho de 2022, colaborando com a aceleração da redução de homicídios e crimes patrimoniais, além de proporcionar tranquilidade e sensação de segurança”, afirmou o secretário Humberto Freire.

Com isso, a lista de espera dos aprovados que aguardavam as convocações será zerada e um novo edital deve sair em breve.

  • Concurso Bombeiro PE
  • Status: Convocação dos últimos aprovados
  • Salário: de R$ 2.319,88 a R$ 9.007,56
  • Último Edital: Bombeiro PE Soldado 2017

Neste artigo você encontra informações sobre a convocação e tudo o que rolou no último concurso Bombeiro PE. Confira os tópicos:

Status atual do concurso Bombeiro PE

Novas Convocações

Em anúncio feito nas redes sociais da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDSPE), novas convocações serão feitas para o certame da Polícia Civil de Pernambuco, realizado em 2017.

Serão chamados 25 aprovados, sendo 15 para os cargos de Oficiais e 10 para Soldado. Os novos editais devem sair em breve.

“É mais uma demonstração do compromisso do governador com a segurança pública. Com as 1.925 convocações já anteriormente anunciadas para as quatro operativas, Pernambuco terá o acréscimo de 2.077 novos profissionais até junho de 2022, colaborando com a aceleração da redução de homicídios e crimes patrimoniais, além de proporcionar tranquilidade e sensação de segurança”, afirmou o secretário Humberto Freire.

concurso Bombeiro PE

Concurso Bombeiro PE: Carreira

Requisitos dos cargos do concurso Bombeiro PE

Soldado:

São requisitos legais os previstos na Lei Complementar nº 108 de 14 de maio de 2008, alterada pela Lei Complementar nº 221, de 07 de dezembro de 2012, e Lei Complementar nº 236, de 05 de setembro de 2013, exigidos para ingresso na Qualificação Bombeiro Militar Geral – QBMG-1:

  • Requisitos Gerais:
  • a) Ter a nacionalidade brasileira, e no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do parágrafo 1º do art. 12 da Constituição Federal;
  • b) Estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • c) Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • d) Não possuir antecedentes criminais;
  • e) Estar em gozo de seus direitos civis e políticos;
  • f) Ter conduta civil compatível com o cargo bombeiro militar, devidamente verificado em investigação social a cargo da Secretaria de Defesa Social;
  • g) Ter aptidão para a carreira militar do Estado, aferida através de exame de habilidades e conhecimentos, exames médicos, exame de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social e o curso de formação profissional; e
  • h) Não acumular cargos, empregos ou funções publicas, salvo nos casos constitucionalmente admitidos.
  • Requisitos Específicos:
  • a) Possuir escolaridade mínima de ensino médio completo, reconhecida nos moldes da legislação federal;
  • b) Ter, no mínimo, 18 (dezoito) anos completos na data de ingresso na carreira de militar do Estado e, no máximo, 28 (vinte e oito) anos na data de inscrição no concurso, considerandose esta idade até o dia anterior à data em que o candidato completará 29 (vinte e nove) anos;
  • c) Ser habilitado para a condução de veículos automotores, no mínimo na Categoria B; e
  • d) Possuir altura mínima de 1,65m para homens e altura mínima de 1,60m para mulheres.

Oficial:

  • Requisitos Gerais
  • a) Ter a nacionalidade brasileira, e no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do parágrafo 1º do art. 12 da Constituição Federal;
  • b) Estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • c) Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • d) Não possuir antecedentes criminais;
  • e) Estar em gozo de seus direitos civis e políticos;
  • f) Ter conduta civil compatível com o cargo militar estadual, devidamente verificado em investigação social a cargo da Secretaria de Defesa Social;
  • g) Ter aptidão para a carreira militar do Estado, aferida através de exame de habilidades e conhecimentos, exames médicos, exame de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social e o curso de formação profissional.
  • h) Não acumular cargos, empregos ou funções públicas, salvo nos casos constitucionalmente admitidos.
  • Requisitos Específicos
  • a) Possuir curso superior de Direito, para cargo de Oficial da PMPE, e curso superior em qualquer área do conhecimento, para cargo de Oficial CBMPE, reconhecido nos moldes da legislação federal;
  • b) Ter, no mínimo, 18 (dezoito) anos completos na data de ingresso na carreira de militar do Estado
  • e, no máximo, 28 (vinte e oito) anos na data de inscrição no concurso, considerando-se esta idade até o dia anterior à data em que o candidato completará 29 (vinte e nove) anos;
  • c) Ser habilitado para a condução de veículos automotores, no mínimo na Categoria B;
  • d) Possuir altura mínima de 1,65m para homens e altura mínima de 1,60m para mulheres.

Atribuições dos cargos

SOLDADO

  • Aluno do Curso de Formação e Habilitação de Praças BM: Exercer atividade discente, em regime de dedicação integral, e demais atividades internas e externas atreladas à sua formação, durante o período de duração do Curso.
  • Soldado Bombeiro: Executar as tarefas inerentes ao cargo, sendo capaz de aplicar procedimentos de Salvamento, Combate a Incêndio e Atendimento Pré-Hospitalar, realizar vistorias técnicas, e ser capaz de realizar tarefas variadas, reconhecendo as condições de segurança, a cena e a situação da ocorrência. Ter capacidade de utilizar adequadamente os Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

OFICIAL

  • Segundo-Tenente QOC/BM: Comandar pelotões e postos de bombeiros do Corpo de Bombeiros Militar; coordenar serviços operacionais; atuar nas ações de Salvamento, Combate a Incêndio e Atendimento Pré-Hospitalar, realizar vistorias técnicas, e ser capaz de realizar tarefas variadas, reconhecendo as condições de segurança, a cena e a situação da ocorrência. Ter capacidade de utilizar adequadamente os Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Planejar atividades operacionais e administrativas relativas a recursos humanos, financeiros e logísticos; atuar como autoridade de Polícia Judiciária Militar; desenvolver processos e procedimentos administrativos disciplinares; promover estudos técnicos e pesquisa bombeiro militar; desenvolver atividades de ensino e instrução, bem como cuidar das informações e da comunicação social do Corpo de Bombeiros Militar, cargo constante no Artigo 14 da Lei Estadual n° 6783, de 16 de outubro de 1974.

Remunerações

O concluinte do Curso de Formação e Habilitação de Praças, quando nomeado Militar do Estado na graduação de Soldado Bombeiro Militar, fará jus ao soldo da graduação, que é de R$ 2.319,88 (dois mil, trezentos e dezenove reais e oitenta e oito centavos), conforme estabelecido pela Lei Complementar n°169, de 20 de maio de 2011, combinado com disposto no inciso I do art. 7° da Lei n°10.426, de 27 de abril de 1990, mais as vantagens previstas na legislação em vigor.

O regime jurídico de trabalho, após a posse no cargo de Soldado Bombeiro Militar, será o estatutário, em conformidade com as normas contidas na Lei Estadual nº 6.783, de 16 de outubro de 1974 (Estatuto dos Policias Militares do Estado de Pernambuco) e legislação específica dos Militares do Estado.

Já o concluinte do Curso de Formação de Oficiais, quando nomeado Militar do Estado na condição de Aspirante-a-Oficial, fará jus, durante o estágio probatório à remuneração de R$ 8.576,58 (oito mil, quinhentos e setenta e seis reais e cinquenta e oito centavos), conforme inc. III do art. 6° da Lei Complementar nº 351, de 16 de fevereiro de 2017.

Quando da promoção ao Primeiro Posto do Oficialato, cargo de Segundo-Tenente PM/BM, de acordo com a legislação de remuneração vigente no Estado de Pernambuco, perceberá soldo no valor de R$ 9.007,56 (nove mil, sete reais e cinquenta e cinco centavos), de acordo com previsto na Lei Complementar nº 351 de 16 de Fevereiro de 2017.

O regime jurídico de trabalho, após declarado Aspirante a Oficial, será o estatutário, em conformidade com as normas contidas na Lei Estadual nº 6.783, de 16 de outubro de 1974 (Estatuto dos Policiais Militares do Estado de Pernambuco) e legislação específica dos Militares do Estado.

Último concurso Bombeiro PE

O Governo de Pernambuco publicou, no dia 27 de janeiro, no Diário Oficial do Estado, o edital para o concurso Bombeiro PE (Curso de Formação de Praças), que destinou 300 vagas para o posto de soldado com remuneração inicial de R$ 2.319,88. A taxa de inscrição foi de R$ 129,60.

A banca organizadora do certame foi o Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco (IAUPE/CONUPE) e as inscrições começaram no dia 30 de janeiro e seguiram até o dia 26 de março. A prova de conhecimentos foi aplicada no dia 28 de maio de 2017.

A função exigiu ensino médio completo e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), da categoria B. A estatura mínima foi de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens. Foi preciso, também, ter, no mínimo, 18 anos completos na data de ingresso na carreira militar do Estado e, no máximo, 28 anos na data de inscrição do concurso

Com mais de 29 mil inscritos, a banca organizadora do concurso que previu a contratação de 300 soldados para o Curso de Formação de Praças do Corpo de Bombeiros de Pernambuco registrou uma concorrência de 97 candidatos por uma vaga. No total, foram 29.099 inscrições.

Etapas do Concurso Bombeiro PE

O concurso Bombeiro PE foi realizado em duas Etapas, em que a Primeira, a ser executada pelo Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco – IAUPE, através da sua Comissão de Concursos – CONUPE, destinar-se-á à seleção dos 300 (trezentos) candidatos que participarão da Segunda Etapa, o Curso de Formação e Habilitação de Praças, esta a cargo da Secretaria de Defesa Social, de caráter eliminatório e classificatório.

A primeira etapa contou com quatro fases:

  • a) 1ª FASE: Exame de Habilidades e Conhecimentos, aferido por meio de aplicação de prova objetiva e prova discursiva, conforme disposto na alínea ”a” do inciso I do art. 3º da Lei Complementar 108/2008, de caráter eliminatório e classificatório;
  • b) 2ª FASE: Exames de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • c) 3ª FASE: Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório;
  • d) 4ª FASE: Exames Médicos, de caráter eliminatório.

A Segunda Etapa do Concurso consistiu no Curso de Formação e Habilitação de Praças Bombeiro Militar (CFHP BM), de caráter eliminatório e classificatório, a cargo da Secretaria de Defesa Social, para o qual foram convocados apenas os 300 (trezentos) candidatos melhor classificados na primeira fase e considerados aptos em todas as demais fases da primeira etapa.

Provas do concurso Bombeiro PE

Exame de Habilidades e Conhecimentos

O Exame de Habilidades e Conhecimentos constante da Primeira Fase da Primeira Etapa do Concurso contou de prova escrita contendo 80 (oitenta) questões objetivas de múltipla escolha, cada uma com 05 alternativas de resposta, sendo apenas uma correta, no gabarito padrão nas opções de A, B, C, D e E e uma discursiva, no valor de 20,0 pontos, em forma de redação dissertativa.

As questões objetivas e a redação dissertativa constantes do Exame de Habilidades e Conhecimentos foram distribuídas em 04 (quatro) blocos temáticos:

concurso bombeiro pe

Prova Objetiva

Cada questão objetiva do concurso Bombeiro PE de 2017 teve o valor de 1,0 (um) ponto, entre 80 (oitenta) questões objetivas de múltipla escolha, cada uma com 05 alternativas de resposta, sendo apenas uma correta, no gabarito padrão nas opções de A, B, C, D e E.

As disciplinas foram divididas entre três blocos:

Bloco I – Linguagens, códigos e suas tecnologias:

  • Língua Portuguesa: 12 questões
  • Conhecimentos de Informática: 8 questões

Bloco II – Matemática e suas tecnologias:

  • Matemática: 10 questões
  • Raciocínio Lógico: 8 questões

Bloco III – Ciências da Natureza e suas tecnologias:

  • Física: 10 questões
  • Biologia: 10 questões

Bloco IV – Conhecimentos Jurídicos, Atualidades e Ciências Humanas:

  • Direito Constitucional: 10 questões
  • Atualidades: 5 questões
  • História de Pernambuco: 5 questões

Prova Discursiva

A prova discursiva do último concurso Bombeiro PE consistiu numa redação dissertativa, componente do Exame de Habilidades e Conhecimentos, e abordará tema atual sobre o qual o candidato deverá discorrer em um mínimo de 20 (vinte) e no máximo de 30 (trinta) linhas.

A redação dissertativa foi corrigida considerando os seguintes critérios:

  • a) Manutenção do tema proposto;
  • b) Progressão no desenvolvimento das ideias e não-contradição entre os argumentos apresentados;
  • c) Articulação entre as partes do texto;
  • d) Não fuga à obviedade das ideias propostas;
  • e) Clareza e precisão; e
  • f) Formulação linguística, segundo as regras (morfossintáticas, ortográficas e de pontuação) da norma padrão do português.

Objetivando a padronização de procedimentos, foram adotados os critérios de correção das redações constantes do quadro abaixo:

concurso bombeiro pe

Prova de Aptidão Física

Foram convocados para o Exame de Aptidão Física através da imprensa oficial e da Internet, no endereço eletrônico www.upenet.com.br, os 1.200 (um mil e duzentos) candidatos aprovados e melhor classificados na Primeira Fase do concurso, sendo eliminados do certame todos os demais candidatos que não alcançaram essa classificação.

Para participar dos Exames de Aptidão Física, o candidato teve que entregar à Comissão de Avaliação, nas datas marcadas para a realização das provas, um atestado médico, com a qualificação do candidato, nome completo e número da cédula de identidade, julgando o candidato apto a realizar as provas constantes no item 7.17, emitido num prazo não superior a 30 (trinta) dias, com assinatura do cardiologista emitente e o seu número de registro no Conselho Regional de Medicina.

O candidato que deixou de apresentar o atestado médico ou em desacordo com o item anterior, foi impedido de realizar as provas do exame de aptidão física, sendo, consequentemente eliminado do concurso.

Para as candidatas do sexo feminino foi exigido teste de gravidez (dosagem de beta HCG), realizado em até 30 dias de antecedência da data de início dos Exames de Aptidão Física, com a intenção de, na existência de estado gravídico, prevenir danos à saúde da mãe e do feto.

O Exame de Aptidão Física foi composto pelas seguintes provas, com base na Portaria do Comando Geral do CBMPE nº 063, de 07 de julho de 2016:

  • Avaliação da resistência dos membros superiores (MMSS), sendo flexão e extensão dos MMSS na barra fixa para o sexo masculino e suspensão em flexão na barra fixa para o sexo feminino;
  • Avaliação de resistência muscular da região abdominal, através da flexão e extensão do abdômen;
  • Avaliação da potência muscular dos membros inferiores, através de salto horizontal estático;
  • Avaliação da capacidade aeróbica máxima, com corrida de 2.400 metros;
  • Avaliação da velocidade, com corrida de 50 metros;
  • Avaliação da capacidade natatória para atividade de bombeiro militar, com natação de 50 metros.

O Exame de Aptidão Física do concurso Bombeiro PE foi realizado através das provas indicadas na tabela a seguir, que determinou os índices necessários para aprovação em cada um dos testes:

concurso bombeiro pe

Avaliação Psicológica

Os candidatos considerados aptos no Exame de Aptidão Física foram submetidos à Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório, realizada exclusivamente na Cidade do Recife, que foi aplicada por profissionais especializados em Psicologia, de acordo com os parâmetros exigidos.

A Avaliação Psicológica é um processo científico de coleta de dados, estudos e interpretação de informações a respeito dos fenômenos psicológicos resultantes da relação do indivíduo com a sociedade, utilizando-se, para tanto, de estratégias psicológicas, métodos, técnicas e instrumentos (testes, inventários, questionários, observações, entrevistas).

A Avaliação Psicológica aplicada para seleção dos candidatos foi composto da aplicação de Questionário Social e Entrevista individual, além de uma bateria de 05 (cinco) testes, sendo: Atenção Dividida; Memória Visual; Inteligência não Verbal; e dois testes de Personalidade.

Para ser considerado apto o candidato teve que apresentar, em cada um dos testes (Atenção Dividida; Memória Visual e Inteligência não Verbal), resultado mínimo de 25% de percentil conforme tabela geral de escolaridade de cada manual.

Nos dois testes de Personalidade foram levantados aspectos quantitativos e qualitativos, nos quais foram analisadas as seguintes características dos candidatos: desempenho, estabilidade emocional, agressividade, ansiedade, impulsividade, vitalidade, organização, capacidade para acatar ordens, adaptabilidade, autonomia, relacionamento interpessoal, energia vital e exibição.

Exames Médicos

Foram convocados através da imprensa oficial e da Internet, para se submeterem ao Exame Médico, os candidatos considerados aptos na Fase de avaliação Psicológica, que foram avaliados quanto ao seu estado clínico geral, dentário e laboratorial.

O Exame Médico, de presença obrigatória e de caráter eliminatório, avaliou as condições de Saúde dos Candidatos, e foi realizado em data estabelecida no Calendário de Atividades do Concurso, em horários e local estabelecidos nas listagens de Convocação.

Para submeter-se ao Exame Médico, o Candidato teve que providenciar, sob a sua responsabilidade, e apresentar, sob pena de eliminação do concurso, os Exames a seguir especificados:

  • a) Radiografia do tórax;
  • b) Testes Luéticos (Sífilis);
  • c) Machado Guerreiro (Doença de Chagas);
  • d) Hbs Ag e Anti HBs (Hepatite B);
  • e) Eletroencefalograma;
  • f) Teste Audiométrico;
  • g) Anti HCV (Hepatite C);
  • h) Teste Ergométrico (Teste da Esteira); e
  • i) Exame toxicológico de larga janela de detecção: mínimo de 90 dias.

Todos os Exames exigidos teve que conter o nome completo do Candidato, o número do RG e ter prazo de validade não superior a 90 (noventa) dias.

Além da apresentação dos exames acima especificados, e objetivando averiguar possíveis causas de incapacidade para se chegar a um diagnóstico preciso das reais condições de saúde física para o pleno exercício do Cargo, os candidatos foram submetidos aos seguintes Exames Clínicos:

  • a) Ortopédico;
  • b) Odontológico;
  • c) Otorrinolaringológico;
  • d) Dermatológico;
  • e) Ginecológico;
  • f) Genito-urinário;
  • g) Oftalmológico;
  • h) Cardiológico;
  • i) Neurológico.

Investigação Social e Funcional

O candidato do concurso Bombeiro PE foi submetido à Investigação Social e funcional, de caráter eliminatório, que foi realizado em até 120 dias após a matrícula no Curso de Formação.

A Investigação Social e funcional averigou as condições ético-morais do candidato, e foi realizada pela Secretaria de Defesa Social – SDS, através da Ficha de Informações do Candidato (FIC), que foi preenchida em data, local e horário informados através do endereço eletrônico da CONUPE/IAUPE, quando, nesta ocasião, o candidato teve que fazer a entrega de uma declaração subscrita, cuja veracidade ou eventual falsidade estavam sujeitas à legislação vigente.

Curso de Formação

A Segunda Etapa do Concurso do Bombeiro PE consistiu no Curso de Formação e Habilitação de Praças, de caráter eliminatório e classificatório, sendo a sua execução a cargo da Secretaria de Defesa Social.

Foram convocados para participar da Segunda Etapa apenas os 300 (trezentos) candidatos de que tratou o subitem 11.3 do Edital.

Em caso de surgimento de novas vagas, dentro do prazo de validade do concurso, apenas os candidatos aprovados na sua Primeira Etapa, e que não se classificarem entre os 300 (trezentos) convocados para a realização da segunda etapa, puderam ser posteriormente convocados para realizar a Segunda Etapa, segundo juízo de conveniência e oportunidade da Administração.

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Quer estudar para o Concurso Bombeiro PE?

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ou 2 anos

.

Concurso Polícia Civil PE

Informações sobre o Último Concurso Bombeiro PE 

Data: 2017
Cargo: Soldado
Escolaridade: Nível médio
Remuneração: de R$ 2.319,88 a R$ 9.007,56
Banca: UPNET
Edital: Bombeiro PE 2017 – Soldado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Edital passado tinha idade até 28 anos.
    cleber em 23/01/17 às 15:06
  • Muito bom
    Natan em 29/08/16 às 15:02