Artigo

Banco Central: Técnico e analista: confirmadas provas em dez capitais

De acordo com informações do Departamento de Gestão de Pessoas do Banco Central (Depes-BC), assim como na seleção para procurador (cujo edital foi divulgado no último dia 6), as provas do concurso para técnico e analista serão aplicadas nas dez capitais onde há unidades do banco (Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Belém, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Fortaleza, Recife e Salvador). O Depes está empenhando esforços para divulgar o edital do concurso até a próxima semana (até a sexta-feira, dia 16) e abrir as inscrições ainda este mês.

Serão oferecidas 100 vagas no cargo de técnico, de nível médio, com remuneração inicial de R$5.531,23 (incluindo auxílio-alimentação, de R$373) e 400 vagas o de analista, de nível superior, com iniciais de R$13.968,85 (também com o auxílio). Em ambos os casos, as contratações serão pelo regime estatutário, que dá direito a estabilidade. A carga de trabalho será de 40 horas semanais.

A confirmação de que as provas serão aplicadas nas dez praças do banco é uma alento para muitos dos interessados em participar da seleção, após interlocutores da direção de pessoal do BC terem informado que a grande maioria das vagas do concurso (cerca de 80%) será para a sede, em Brasília.

Segundo as fontes, a destinação de vagas para as outras localidades ainda está sendo discutida, com apenas São Paulo e Belém tendo vagas garantidas até então. No mês passado, a chefe do Depes, Nilvanete Ferreira da Costa, já havia antecipado à FOLHA DIRIGIDA, que a seleção para os dois cargos será regionalizada (com a escolha da cidade de lotação sendo feita já no ato da inscrição) e que não haverá vagas para todas as dez capitais que possuem unidades do banco.

Caso o edital do concurso seja mesmo divulgado até a próxima sexta, 16, as provas deverão ser realizadas em meados de outubro, mais provavelmente no dia 13 ou no dia 20. E sendo mantido o modelo do último concurso, de 2009, a seleção será composta por provas objetivas, prova discursiva (apenas para analista), avaliação de títulos (dependendo da área de atuação), sindicância de vida pregressa e programa de capacitação. De acordo com as fontes ouvidas pela FOLHA DIRIGIDA, a nomeação dos aprovados está prevista para o primeiro trimestre do ano que vem.

Procurador – A seleção para as 15 vagas no cargo de procurador (bacharelado em Direito e pelo menos dois anos de prática forense; R$16.092,13) já teve seu edital divulgado (leia matéria completa AQUI). O concurso, cujas inscrições começam nesta sexta (9), será nacional, com os aprovados indo, na maior parte, para a Brasília, como afirmou em entrevista recente à FOLHA DIRIGIDA o procurador-geral do BC, Isaac Sidney Menezes Ferreira.”


Fonte: Folha Dirigida

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.