Artigo

PRF em detalhes – Parte 1: Provas Objetiva e Discursiva

Fala pessoal!

Meu nome é Eduardo Alberi, analista do Banco Central e coach do Estratégia Concursos. Tudo certo com vocês?

Hoje vou falar sobre um dos concursos mais comentados do momento: Polícia Rodoviária Federal.

Vocês já devem saber, mas não custa nada falar de novo que o concurso da PRF está no forno! Altíssimas chances de sair o edital ainda no primeiro semestre de 2017, com 1200 vagas!

É isso mesmo, ainda neste semestre! Então, guerreiros(as), o momento para estudar e alcançar o sonho de se tornar policial é agora!

“Mas professor, você é analista do Bacen e está me falando sobre concurso da PRF? Como assim!?”

Pergunta justa. Pessoal, por enquanto sou mesmo analista do Bacen, entretanto, estou aprovado nas provas objetiva, discursiva, teste físico e avaliação médica do concurso, ainda em andamento, de Perito Criminal da Polícia Civil do Distrito Federal =)

Além disso, já fui papiloscopista da PCDF durante 5 anos, porém meu sonho sempre foi ser perito. Depois da terceira tentativa (fiz as provas de perito de 2008, 2012 e 2016), finalmente consegui chegar ao meu objetivo. Caso tenham curiosidade sobre minha história até chegar aqui, por favor vejam meu depoimento:

https://www.estrategiaconcursos.com.br/blog/minha-saga-de-concurseiro-ate-ser-aprovado-para-analista-do-banco-central-e-perito-criminal-da-pcdf/

Este é o primeiro de uma série de seis artigos, que irie postar aqui no blog do Estratégia toda quinta-feira, nos quais vou expor importantes informações sobre cada etapa do último concurso, realizado em 2013 pelo Cespe. As etapas dos concursos da PRF em muito se parecem com as da Polícia Civil do DF, então, humildemente tenho conhecimento de causa para falar, pois já passei por todas as etapas duas vezes.

Bom, chega de conversa. Como forma de incentivo, vejam a tabela de remuneração recentemente atualizada:

Pois bem, neste primeiro artigo iremos abordar as provas objetivas e discursiva. Vamos lá:

Prova objetiva:

Essa prova é de caráter eliminatório e classificatório. De acordo com o edital, os candidatos, para não serem eliminados logo de cara, precisavam ter feito nota igual ou superior a 10,00 em conhecimentos básicos (CB), igual ou superior a 21,00 em conhecimentos específicos (CE) e igual ou superior a 36,00 no somatório das duas notas. Assim, quem tirasse 10,00 em CB e 21,00 em CE cumpriria os dois primeiros requisitos, mas somaria apenas 31,00 no total, sendo eliminado automaticamente.

A prova objetiva é composta de 120 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de específicos. Na última prova, a distribuição das questões ficou assim:

Conhecimentos básicos (50 questões)

Qtde questões

% do total

Língua Portuguesa

15

13%

Noções de Informática

5

4%

Matemática

10

8%

Noções de Direito Constitucional

15

13%

Ética no Serviço Público

5

4%

Conhecimentos específicos (70 questões)

Qtde questões

% do total

Noções de Direito Administrativo

12

10%

Noções de Direito Penal

12

10%

Noções de Direito Processual Penal

10

8%

Legislação Especial

12

10%

Legislação Específica da PRF

6

5%

Direitos Humanos

10

8%

Física

6

5%

Legislação de Trânsito

2

2%

Analisando o quadro, vemos que português vale muito, como sempre. O que chama atenção é a quantidade de questões de Direito, ou seja, a maior parte das questões da prova gira em torno de português, direito constitucional, administrativo, penal e processual penal e, ainda, legislação especial e direitos humanos.

Entretanto, analise essas informações com cautela, pois não é porque o Cespe pegou pesado nos Direitos nessa prova que fará o mesmo na próxima. Ele pode, por exemplo, cobrar 10 questões de legislação de trânsito, ao contrário de apenas 2 em 2013. Assim, esse quadro de questões é apenas um indicativo que serve como referência na hora de abordar as matérias. Como esse concurso é muito concorrido, sabemos que temos que ver o edital inteiro, se possível!

Nessa prova, foram apenas 2 questões anuladas e 3 com troca de gabarito. Em comparação com outros concursos, esse índice é baixo, o que é bom para os candidatos, pois demonstra que as questões da prova foram bem desenvolvidas, com pouca dubiedade e margem para recursos.

Foram 1000 vagas previstas no edital e 109.769 inscritos, resultando em uma concorrência de 109,77 candidatos por vaga! Pode preparar que o próximo será ainda mais pesado!

A nota de corte foi de 63, ou seja, o candidato precisava tirar 69 pontos na prova objetiva para ter a redação corrigida, o que corresponde a 52,5% do total. Valor relativamente alto para provas do Cespe.

Prova Discursiva:

A prova discursiva também é de caráter eliminatório e classificatório. Vale 20,00 pontos e o candidato, para não ser eliminado do concurso, tem que tirar uma pontuação igual ou superior a 10,00.

É composta de um texto dissertativo de no máximo 30 linhas. Exigiu conhecimentos sobre todas as disciplinas da parte objetiva, ou seja, para não ser pego de surpresa tem que estudar, pelo menos um pouco, todas as disciplinas do edital. O tema da dissertação da prova de 2013 foi sobre o crime de contrabando o que, na minha opinião, foi bem pertinente com uma das principais atividades da PRF.

Os candidatos classificados até a 4750ª posição, para ampla concorrência, e até a 250ª, para portadores de necessidades especiais (PNE), tiveram suas dissertações corrigidas. Assim, dos 109.769 candidatos inscritos, apenas 5000 tiveram sua prova discursiva corrigida, isto é, 4,5% dos concorrentes somente!

Dos que tiveram a prova discursiva corrigida, 104 não obtiveram o mínimo, sendo reprovados automaticamente. A média geral da nota da discursiva foi de 15,23, que é um valor bem alto em comparação com outros concursos. Isso demonstra que, nesta prova, ou o Cespe não pesou a mão na correção ou o pessoal foi muito bem mesmo!

————————————————————————————————————————————————————-

Agora quero chamar a atenção de quem quer ser policial e ainda está fazendo corpo mole: galera, a hora de estudar é agora! Veja porquê:

  1. PRF: concurso no forno, prestes a sair mesmo!
  1. Polícia Federal: próximo concurso da PF também não vai demorar e a expectativa é de pelo menos 600 vagas para agente e escrivão, sem falar delegado e perito;
  1. Polícia Civil do Distrito Federal: a PCDF também está com um déficit enorme de servidores, principalmente agentes e escrivães. O concurso, se não sair nesse ano, sairá no primeiro semestre do ano que vem.

Pessoal, dificilmente haverá uma situação dessas novamente nos próximos anos, ou seja, 3 excelentes concursos da área policial em seguida. Vejam que o estudo para a PRF é, em grande parte, aproveitado para a PF e, também, para a PCDF.

Não tem segredo, é sentar e estudar!

No meu trabalho de coaching, atualmente estou me dedicando quase 100% a esses três concursos. Digo para meus alunos que a oportunidade é muito boa e que a hora de se dedicar é agora!

Por hoje é só! Na próxima quinta eu publicarei informações, curiosidades e demais dados sobre a prova física da PRF e de concursos para cargos policiais em geral.

Mais informações sobre o coaching do Estratégia Concursos, favor acessar:

https://www.estrategiaconcursos.com.br/cursosPorConcurso/coaching-382

Abraços,

Eduardo Alberi

Me siga no Instagram: @eduardoalberi

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Ótima matéria ! Obrigada ??????
    Mariana em 01/12/18 às 21:05
  • A nota de corte na concorrência de deficientes ficou em torno de quanto?
    Ramon de Sousa Teixeira em 30/07/18 às 12:43
  • Excelentes instruções, uma pergunta sobre os cursinhos preparatórios: o que, na sua opinião, tem melhor aprendizado, estudar via internet (video aulas, pdf) ou presencial (turmas de cursinhos preparatórios)
    Leonardo em 19/03/18 às 11:04
  • Corrigido, Rodolfo. Obrigado!
    Eduardo Alberi em 28/03/17 às 14:36
  • Outra correção, a nota de corte para ter a redação corrigida não foi de 69 pontos e sim de 63.
    Rodolfo Maia em 27/03/17 às 13:53
  • Muito boa esta matéria.
    Aldemir em 27/03/17 às 09:16
  • Blz, Thiago! Nessa quinta já postarei mais coisa!
    Eduardo Alberi em 13/03/17 às 10:14
  • Obrigado, Karina! Continue acompanhando, pois vou botar muitas informações interessantes sobre as outras fases!
    Eduardo Alberi em 13/03/17 às 10:13
  • Tem que ser nesse!!! O PL 4.302/98 vem torando tudo!!!
    Bruno em 10/03/17 às 19:32
  • Desculpa...entendi errado :D
    Davi Barbosa em 10/03/17 às 17:38
  • Mestre...retifica por gentileza a parte de superior..... troca por inferior. Essa prova é de caráter eliminatório e classificatório. De acordo com o edital, os candidatos, para não serem eliminados logo de cara, precisavam ter feito nota igual ou superior a 10,00 em conhecimentos básicos (CB), igual ou superior a 21,00 em conhecimentos específicos (CE) e igual ou superior a 36,00 no somatório das duas notas. Excelente post. hop
    Davi Barbosa em 10/03/17 às 17:35
  • Informações muito boas!!!! Parabéns.
    Karina em 10/03/17 às 13:31
  • Boa Eduardo. Vou acompanhar! Obrigado.
    Thiago em 10/03/17 às 10:11