Língua Portuguesa no MPU 2018
Concursos Públicos

Língua Portuguesa no MPU 2018

Olá, pessoal.

Escrevo esse artigo para falar dos assuntos de Língua Portuguesa mais cobrados nas provas (para os cargos de Técnico e de Analista) do MPU.

Para cada um dos cargos, foram cobradas 17 questões de Português. Não por acaso os dois assuntos mais cobrados em ambas as provas foram Interpretação de Textos (7 questões em cada prova) e Semântica (5 questões na prova de Técnico e 4 na de Analista). Ou seja, esses dois assuntos representaram 70% das questões de Português na prova de Técnico e 65% na de Analista.

E por que eu disse que “não por acaso os dois assuntos mais cobrados foram Interpretação de Textos e Semântica”? Porque, no Passo Estratégico para o concurso do MPU, nós falamos que esses dois assuntos foram os mais cobrados nas provas de Português do CESPE nos últimos dois anos (53% nas provas de nível médio e 60% nas provas de nível superior).

Além disso, na aula extra do Passo Estratégico, além de mostrar a análise estatística consolidada com a incidência de cada assunto de Língua Portuguesa, procuramos detalhar um pouco o estilo de cobrança do CESPE, conforme abaixo:

  1. No item Interpretação de Textos e Tipologia Textual, predominam questões de compreensão e interpretação de textos.
  2. No item Semântica, a maior parte das questões envolve Significação de Palavras ou Expressões ou Equivalência de Estruturas. No primeiro tipo, é perguntado o significado de determinada expressão destacada do texto. Já no segundo tipo, o examinador pergunta se a reescrita de determinado período do texto mantém o sentido original e a correção gramatical.

Com relação ao item 1, podemos destacar as questões 1, 2, 3, 10, 11, 12 e 13 da prova de Técnico e as questões 1, 2, 3, 4, 12, 13, 14 da prova de Analista, que versavam sobre compreensão e interpretação de textos.

Já com relação ao item 2, destaco as questões 5, 6, 7, 15 e 16 (da prova de Técnico) e 5, 7, 11 e 17 (da prova de Analista), que versavam sobre Significação de Palavras ou Expressões ou sobre Equivalência de Estruturas.

Analisando mais detalhadamente cada uma das questões que abordavam o assunto Semântica, observamos que, na prova de Técnico, uma tratava de Significação de Palavra e, as outras quatro, de Equivalência de Estruturas. Da mesma forma, na prova de Analista, uma tratava de Significação de Palavra e, as outras três, de Equivalência de Estruturas.

Toda essa análise mostra a importância de fazer uma preparação com foco nos assuntos mais cobrados pela banca. É o que procuramos fazer no âmbito do PASSO ESTRATÉGICO.

Por ora, é isso, pessoal. Àqueles que se saíram bem na prova, deixo meus parabéns. Já àqueles que não foram tão felizes, deixo uma mensagem de força, para que não desanimem. Outros bons concursos virão pela frente.

Abraços,

Charles Souza

Posts Relacionados

Charles Souza

Charles Souza

Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil (Posse 2011); Analista de Sistemas Banco do Brasil (2007-2011); Escriturário Banco do Brasil (2004-2007); Pós-Graduação Automação e Controle UFRN (2004); Engenharia de Computação UFRN (2002).

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados