ENTREVISTA: Carolina Gomes - Aprovada no concurso da Polícia Federal (Provas objetiva, discursiva e TAF) em 19º lugar no cargo de Agente

Entrevista:

ENTREVISTA: Carolina Gomes – Aprovada no concurso da Polícia Federal (Provas objetiva, discursiva e TAF) em 19º lugar no cargo de Agente

“A sensação de ver seu nome na lista de aprovados é indescritível. É o momento que compensa todas as horas, todas as dores, toda dificuldade. O sentimento de dever cumprido e de orgulho não tem preço. Cada pessoa tem um tempo diferente até a aprovação. Mas, se você tem um material de qualidade, vontade, constância e determinação, é certo que a sua hora vai chegar. Foque no concurso do seu sonho e estude para fazê-lo uma vez só, afinal, quanto você está disposto a dar pelo seu sonho?”

Confira nossa entrevista com Carolina Gomes, aprovada no concurso da Polícia Federal (Provas objetiva, discursiva e TAF) em 19º lugar no cargo de Agente:

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nossos leitores possam te conhecer melhor. Você é formada em que área? Qual sua idade? De onde você é?  

Carolina Gomes: Sou formada em arquitetura e urbanismo. Tenho 29 anos. Sou de São Paulo.

Estratégia: O que te levou a tomar a decisão de começar a estudar para concursos? Porque a área Policial? 

Carolina: A vontade de ser Policial Federal começou em 2012, após eu assistir a alguns programas sobre controle fronteiriço nos aeroportos, mas a decisão de começar, de fato, a estudar para concursos só surgiu em 2015, após eu ter sido demitida.

Estratégia: Durante sua caminhada como concurseira, você trabalhava e estudava ou se dedicava inteiramente aos estudos para concurso?

Carolina: Eu me dedicava inteiramente aos estudos.

Estratégia: Quantos e em quais concursos já foi aprovada? Qual o último? Em qual cargo e em que colocação?

Carolina: Esse foi o primeiro concurso em que fui aprovada.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados/classificados nas primeiras fases do certame? 

Carolina: Fiquei bastante surpresa (e feliz), pois, apesar de a prova ter sido bastante difícil, não achava que estaria entre os aprovados com a minha nota.

Estratégia: Como era sua vida social durante a preparação para concursos? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social? 

Carolina: Não saía. Adotei uma postura super radical. Minha prioridade era somente estudar para concurso.

Estratégia: Você é casada? Tem filhos? Namora? Mora com seus pais? Sua família entendeu e apoiou sua caminhada como concurseira? Se sim, de que forma? 

Carolina: Não sou casada, não namoro e não tenho filhos. Moro com meus pais e meus irmãos, que me apoiaram muito durante essa jornada. Sempre colaboravam com o silêncio, entendiam e respeitavam minhas ausências, minhas frustrações e nunca me deixaram desistir após as reprovações. Sempre acreditaram em mim e na minha capacidade e souberam respeitar meu tempo até a aprovação.

Estratégia: Você acha que vale a pena fazer outros concursos, com foco diferente daquele concurso que é realmente seu objetivo maior?

Carolina: Com certeza vale a pena fazer outros concursos, principalmente para ganhar experiência, perceber onde ainda precisa melhorar e amadurecer. A cada concurso que você faz, você sai da prova melhor e mais preparado do que quando entrou.

Estratégia: Chegou a estudar sem ter edital na praça? Durante esse tempo, como você fazia para manter a disciplina nos estudos?

Carolina: Estudei 3 anos sem ter edital. Tenho certeza que ter feito o coaching me ajudou a ganhar a disciplina necessária no início, depois foi só manter. Depois que você cria o hábito fica mais fácil seguir em frente. E eu gostava sempre de pensar que eu estava mais perto de realizar meu sonho a cada dia que passava e que só dependia de mim. O que eram 7hs/dia comparado ao cargo dos seus sonhos para a vida inteira?

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o concurso? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um? 

Carolina: Praticamente usei apenas cursos em PDF. Usava as videoaulas apenas quando tinha alguma dúvida sobre o assunto. A vantagem da videoaula é que dá pra entender o assunto logo de primeira, mas consome um tempo precioso e não é tão detalhada e aprofundada quanto os PDFs.

Estratégia: Como conheceu o Estratégia Concursos? 

Carolina: Uma colega do trabalho que também tinha acabado de ser demitida postou uma foto de um PDF do estratégia no Instagram. Como ela é muito inteligente, presumi ser um material de alta qualidade. Dei uma olhada nas aulas demonstrativas e nos vídeos do Youtube e gostei muito da qualidade dos materiais e da atenção e do suporte ao aluno. Decidi comprar e foi a melhor escolha que eu fiz.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o concursando é a quantidade de assuntos que deve ser memorizada. Como você fez para estudar todo o conteúdo do concurso? Falando de modo mais específico: você estudava várias matérias ao mesmo tempo? Quantas? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e releitura da teoria? Como montou seu plano de estudos? Quantas horas por dia costumava estudar? 

Carolina: Como eu fui aluna do coaching, tinha um plano de estudos feito para mim. Quando acabou o acompanhamento com o coach, segui com o mesmo plano, fazendo ajustes conforme sentia necessidade. O plano de estudos somado às revisões sistemáticas é a melhor forma de conseguir estudar todo o conteúdo e ir memorizando os assuntos. Estudava 7hs líquidas por dia e de 4 a 5 matérias por dia. Fiz pouquíssimos resumos, apenas de pontos específicos que eu tinha maior dificuldade em memorizar (como prazos). Quando eu fechei o edital, revisava o conteúdo com exercícios e releitura da teoria.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades? 

Carolina: Bem no começo do meu estudo, tinha bastante dificuldade em contabilidade. Só comecei a entender e aprender a matéria após adquirir os cursos do professor Gilmar Possati (a quem sou eternamente grata). Também tinha dificuldade com os termos do direito, pois não sou da área. Mas a dificuldade maior mesmo foi com tecnologia da informação, principalmente por não saber o que esperar da prova. Dediquei boa parte da minha carga horária para essa disciplina, fazia muitos exercícios, assistia videoaulas antes de dormir e sempre procurava sites/vídeos sobre pontos específicos de dúvida, além, é claro, de fazer muito uso do fórum de dúvidas.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como foi sua rotina de estudos na semana que antecedeu a prova? E véspera de prova: foi dia de descanso ou dia de estudo? 

Carolina: Foi exatamente a mesma das outras semanas: estudo até a exaustão, mas mais focado em resolução de questões. A véspera da prova foi um dia de estudo. Na verdade, como minha prova foi pela tarde, a manhã da prova também foi de estudo. Tenho certeza que isso não é necessário para ser aprovado, mas fiz o que deixava minha consciência tranquila: lutar até o último segundo.

Estratégia: No seu concurso, tivemos, além das provas objetivas, as provas discursivas. Como foi seu estudo para esta importante parte do certame? O que você aconselha?

Carolina: Eu já havia feito um curso com correção anteriormente. Para esse concurso, me preparei apenas resolvendo discursivas de concursos anteriores da banca.

Estratégia: Como foi sua preparação para o TAF?

Carolina: Eu me preparei praticamente sozinha. Comprei um curso online de corrida para o TAF e treinava 4 vezes por semana acompanhando as planilhas de lá. Entrei na natação 3 meses antes do TAF e ia 6 vezes por semana, mas já havia feito alguns anos de natação quando era mais nova. Fazia barra todos os dias, em casa mesmo, e treinava o salto na areia da praia. Para quem está iniciando, aconselho que comece pela natação, pois ela vai dar o preparo necessário para praticamente todas as outras provas.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Carolina: O maior erro da minha preparação foi não ter estudado para os outros concursos que fiz com a mesma determinação e seriedade que estudei para este. Os maiores acertos foram ter comprado o material do Estratégia (pois é super completo) e ter feito o coaching logo no início, pois isso não me fez perder tempo me preparando de maneira equivocada.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? Chegou a pensar, por algum momento, em desistir? Se sim, como fez para seguir em frente?

Carolina: O mais difícil foi manter o ritmo de estudo sem previsão de edital. Muitas vezes pensei em desistir, principalmente logo após as reprovações, mas sempre chegava à conclusão de que não valia a pena deixar tanto estudo de lado. E eu realmente tinha um sonho, não me via fazendo nada diferente na vida, eu precisa a seguir em frente.

Estratégia: Qual foi sua principal motivação? 

Carolina: Ter um objetivo muito claro em mente e saber que só dependia de mim para alcançá-lo.

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para concurso. Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou! 

Carolina: Aconselho que invista em um bom material, pois isso vai encurtar muito o caminho.

A sensação de ver seu nome na lista de aprovados é indescritível. É o momento que compensa todas as horas, todas as dores, toda dificuldade. O sentimento de dever cumprido e de orgulho não tem preço. Cada pessoa tem um tempo diferente até a aprovação. Mas, se você tem um material de qualidade, vontade, constância e determinação, é certo que a sua hora vai chegar. Foque no concurso do seu sonho e estude para fazê-lo uma vez só, afinal, quanto você está disposto a dar pelo seu sonho?

Entrevista em vídeo

Bate-papo com aprovados

Outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados
Cursos Online para Concursos

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Resultados:

  • Concurso PGE - SP Procurador do Estado Dos 208 aprovados, 134 são nossos alunos
  • Concurso CLDF Procurador Legislativo Dos 31 aprovados, 24 são nossos alunos
  • SEFAZ-BA / Administração Tributaria Dos 591 aprovados, 475 são nossos alunos
  • SEFAZ-BA / Técnologia da Informação Dos 68 aprovados, 52 são nossos alunos
  • SEFAZ-BA / AUDITOR FISCAL Dos 303 aprovados, 253 são nossos alunos

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x