Notícia

Concurso CGU: divulgado edital de convocação; 375 vagas!

Após receber autorização, foram publicadas as nomeações dos 375 candidatos aprovados no concurso público da Controladoria Geral da União (CGU).

As Portarias foram publicadas no Diário Oficial da União em 1º de julho. Confira nos links a seguir:

A seleção seguirá vigente até o dia 13 de junho de 2024 e, se necessário, poderá ser prorrogado uma única vez, por mais dois anos.

Foram ofertadas 300 vagas para Auditor Federal de Finanças e Controle e 75 para Técnico Federal de Finanças e Controle.

  • Controladoria-Geral da União – CGU
  • Status: Concurso homologado
  • Banca: FGV
  • Vagas: 375
  • Salário inicial: R$ 7.283,31 e R$ 19.197,06
  • EditalEdital CGU 2021

Neste artigo, você saberá de todas as novidades e informações para se preparar desde já para o Concurso CGU. Acompanhe os tópicos abaixo:

Das 300 vagas para Auditor, 200 são nossos alunos (66%)!
Das 75 vagas para Técnico, 39 são nossos alunos (52%)
!
Confira mais detalhes

Concurso CGU: distribuição das vagas

Participaram da etapa cerca de 65 mil inscritos. O cargo com a maior procura foi o de Técnico, seguido por Auditor na especialidade de Auditoria e Fiscalização:

  • Técnico: 31.830 inscritos (424,40 x vaga)
  • Auditor – Auditoria e Fiscalização: 17.519 inscritos (139,04 x vaga)
  • Auditor – Correição e Combate à Corrupção: 9.485 inscritos (175,65 x vaga)
  • Auditor – Tecnologia da Informação: 4.232 inscritos (52,90 x vaga)
  • Auditor – Contabilidade e Finanças Públicas: 2.513 inscritos (62,83 x vaga)

Confira abaixo a distribuição das vagas do concurso da Controladoria Geral da União (CGU):

Auditor Federal

Distribuição de vagas auditor federal concurso
Distribuição de vagas auditor federal concurso

*Distribuição das vagas da área de Correição e Combate à Corrupção alterada

Técnico Federal

Distribuição de vagas técnico federal
Distribuição de vagas técnico federal

Concurso CGU: carreira

Remuneração

Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC)

Classe/Padrão ABC ESPECIAL
I19.197,0621.931,5923.730,3325.676,60
II21.079,9622.370,2224.204,9526.138,79
III21.501,5623.265,0324.689,0426.609,28
IV27.369,67

Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC)

Classe/Padrão ABC ESPECIAL
I7.283,318.500,699.921,5611.231,75
II7.509,108.764,2310.229,1311.579,92
III7.741,889.035,9210.546,2411.938,91
IV12.514,58

Requisitos

  • Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC): Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de ensino superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC): Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições

Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC)

  • No âmbito do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, das atividades de avaliação do cumprimento das metas previstas no plano plurianual, da execução dos programas de governo e dos orçamentos da União, da análise da qualidade do gasto público e da avaliação da gestão dos administradores públicos federais, utilizando como instrumentos a auditoria e a fiscalização;
  • No âmbito do órgão central do Sistema de Contabilidade Federal, das atividades de registro, tratamento, controle e acompanhamento das operações patrimoniais e contábeis relativas à administração orçamentária, financeira e patrimonial da União, com vistas à elaboração de demonstrações contábeis do setor público nacional;
  • No âmbito do órgão central do Sistema de Administração Financeira Federal, das atividades de programação financeira da União, da administração de direitos e haveres, de garantias e de obrigações de responsabilidade do Tesouro Nacional, da orientação técnico-normativa referente à execução orçamentária e financeira e do monitoramento das finanças dos entes federativos;
  • No âmbito do órgão central do Sistema de Correição do Poder Executivo Federal, das atividades relacionadas à prevenção e à apuração de irregularidades na esfera do Poder Executivo federal;
  • Das atividades de gestão das dívidas públicas mobiliária e contratual, interna e externa, de responsabilidade direta ou indireta do Tesouro Nacional;
  • Das atividades relacionadas à análise e à disseminação de estatísticas fiscais, da gestão do patrimônio de fundos e programas sociais e das diretrizes de política fiscal do governo federal;
  • Das atividades de monitoramento das finanças dos entes federativos, do controle das transferências financeiras constitucionais e da consolidação das contas dos entes da Federação.

Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC)

  • Prestar apoio técnico e administrativo, visando ao funcionamento do órgão;
  • Registrar, consultar, extrair, organizar e consolidar dados e informações nos sistemas corporativos sob responsabilidade do órgão;
  • Auxiliar a execução de atividades de auditoria, de fiscalização, de correição, de ouvidoria, de transparência pública, de administração financeira, orçamentária, patrimonial e contábil e de elaboração da programação financeira;
  • Subsidiar a formulação de diretrizes da administração financeira, orçamentária, patrimonial, contábil, de correição e de auditoria;
  • Participar das etapas de coleta e de tratamento primário dos elementos necessários à execução, ao acompanhamento e ao processamento de dados referentes aos trabalhos contábeis, de auditoria, de programação orçamentário-financeira e de correição do setor público.

Concurso CGU: cargos vagos

Por meio do Portal Brasileiro de Dados Abertos, apuramos o déficit no órgão. Atualmente, são 3.168 cargos vagos. Isso apenas nos dois cargos principais, de Auditor e Técnico.

  • 1.690 vagos – Técnico Federal de Finanças e Controle
  • 1.478 vagos – Auditor Federal de Finanças e Controle

Concurso CGU: etapas de provas

Os candidatos enfrentaram duas etapas de provas, sendo elas: Provas Objetivas e Discursivas, ambas de caráter eliminatório e classificatório.

Os exames foram realizadas em Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Recife (PE), São Paulo (SP) e em todas as capitais da Região Norte do país: Rio Branco (AC), Manaus (AM), Macapá (AP), Belém (PA), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR) e Palmas (TO).

Prova objetiva para o cargo de Técnico

A Prova Objetiva para o cargo Técnico Federal de Finanças e Controle foi composta por 80 questões de múltipla escolha, sendo 30 de conhecimentos básicos e 50 de conhecimentos específicos.

  • Conhecimentos básicos:
    • Língua Portuguesa – 15 questões
    • Língua Inglesa – 05 questões
    • Raciocínio Lógico-Quantativo – 05 questões
    • Noções de TI – 05 questões
  • Conhecimentos específicos:
    • Noções de Direito Constitucional – 10 questões
    • Noções de Direito Administrativo – 10 questões
    • Noções de AFO – 10 questões
    • Noções de Administração Geral – 10 questões
    • CGU: Organização, Competências e Sistemas Estruturantes – 10 questões

Prova objetiva para o cargo de Auditor

A Prova Objetiva para Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC) foi composta por 110 questões, valendo 1 ponto cada questão, as quais foram assim distribuídas:

  • 30 questões de conhecimentos básicos;
  • 40 questões de conhecimentos específicos; e
  • 40 questões de conhecimentos especializados.
  • Conhecimentos básicos:
    • Língua Portuguesa – 15 questões
    • Língua Inglesa – 05 questões
    • Administração Pública e Politicas Públicas – 10 questões
  • Conhecimentos específicos:
    • Direito Constitucional – 10 questões
    • Direito Administrativo – 14 questões
    • AFO – 05 questões
    • Fundamentos de Auditoria Governamental – 06 questões
    • CGU: Organização, Competências e Sistemas Estruturantes – 05 questões
Distribuição de matérias prova objetiva auditoR
Prova Auditor – Especializados

Prova discursiva

Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi constituída de:

  • 1) para o cargo de Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC), 1 redação de até 30 linhas sobre algum tema da atualidade, totalizando 30 pontos;
  • 2) para o cargo de Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC), 1 dissertação, de até 90 linhas, valendo 50 pontos, e 1 questão, de até 15 linhas, valendo 20 pontos, sendo que ambas versarão sobre temas relacionados a Administração Pública, Direito Constitucional, Direito Administrativo ou Administração Financeira e Orçamentária, totalizando 70 pontos.

Concurso CGU: Materiais gratuitos


Quer estudar para o concurso CGU?

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

ficha técnica

Informações do Concurso CGU

  • Ano: 2021/2022
  • Vagas: 375
  • Cargos: Auditor e Técnico Federal de Finanças e Controle
  • Banca: FGV
  • Formação: Níveis médio e superior
  • Edital: Controladoria 2021 | Retificação

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Tem alguma previsão de sair a trilha estratégica para CGU?
    Eigle Trindade em 22/11/19 às 15:24
  • como vai ficar o concurso da cgu (extinta) depois dessa reestruturação?
    Márcio Borges em 25/07/16 às 18:11
  • Queria saber se a equipe estratégia tem alguma notícia sobre um provável concurso da DPU? Sei que houve um recentemente mas creio que saiu uma matéria em um site de concursos sobre um novo certame. Estaria em tramitação a ser votado na Câmara dos Deputados a PL 7922/14 para 2751 vagas poderiam verificar isso e se possível fazer um vídeo explicativo como esse da CGU? Obrigada.
    Luciana R Braga em 23/07/16 às 01:48
  • Acho que houve uma reestruturação na carreia exigindo nível superior pra técnico, não sei se foi aprovado.
    Ernandes em 22/07/16 às 11:56
  • Parece que o cargo de técnico da CGU agora exigirá nível superior tb.
    Bruna em 16/02/16 às 08:41
  • O cargo de nível superior é para qualquer área de formação?
    Maicon em 15/02/16 às 21:35
  • Boa noite, Estou com uma dúvida em relação ao Edital de 2012, para analista. De acordo com o Edital, a validade do concurso é de um ano, renovável por mais um, a partir da homologação do do resultado final do concurso. Acontece que, de acordo com o site da ESAF, o resultado final do concurso foi homologado em dezembro/2015 ou seja o Edital ainda está na validade. Poderiam explicar melhor como está a situação desse edital? Obrigado.
    Matheus em 15/02/16 às 20:16