Como é o seu pós-prova?
Concursos Públicos

Como é o seu pós-prova?

No artigo de hoje, venho falar de um momento que não é bem explorado na preparação do concurseiro: o pós-prova. A maioria dos candidatos não sabe aproveitar adequadamente o período que sucede a realização do certame, e, consequentemente, perde uma excelente oportunidade de lapidar seus conhecimentos.

A primeira dica é que você tire alguns (poucos! rs) dias de descanso dos estudos. Pode soar estranho que um especialista esteja recomendando que você não estude, mas a razão é bem simples de se entender. Imagine que você venha numa batida bem forte de estudos há pelo menos um ano, sendo que os últimos 2 ou 3 meses foram de absoluta adrenalina, entrega e foco para a realização da prova.

Soa um clichê, mas é a mais pura verdade: o corpo humano é uma máquina! E assim sendo, para que ela possa funcionar sempre bem, nada mais justo que façamos uma manutenção. Os primeiros dias devem ser de absoluto afastamento de qualquer coisa que remeta a concurso. É claro que é normal já começar a pensar qual o próximo concurso que você vai encarar, mas não passe desse estágio. Vá praticar sua atividade física preferida, veja um filme, encontre aquele amigo/amiga de quem você teve que recusar vários convites por causa do concurso. Isso fará muito bem.

Outra medida importantíssima, já numa segunda etapa, é “estudar” a prova que você fez. Se foi um concurso de grande repercussão, é muito provável que os nossos excelentes professores aqui do Estratégia Concursos tenham feito artigos comentando cada uma das questões. Não seja econômico: leia todos os comentários de todas as questões, inclusive das que tiver acertado. É difícil admitir isso, mas quantos chutes certeiros a gente não acaba dando? Então é preciso ser honesto consigo mesmo e aproveitar a oportunidade de agregar conhecimento. E aprenda com seu erro: coloque na cabeça que aquela que você errou dessa vez, não pode errar nunca mais! E mesmo que as você acertou conscientemente, você terá mais uma oportunidade de fixação do assunto.

Outra análise que você mesmo pode fazer é verificar seu aproveitamento por matéria. É claro que cada prova é uma prova, e, dependendo do nível de dificuldade do certame, acertar 70% de alguma certa disciplina pode ser um resultado extraordinário. No entanto, baixos aproveitamentos pontuais podem e devem ser indicadores de disciplinas (ou até assuntos, por que não?) que devem ser priorizadas quando os estudos finalmente forem retomados.

Essas são medidas simples que agregarão muito na sua evolução! E você, o que faz depois da sua prova? Escreva um comentário que terei o prazer de responder.

Bons estudos!

Alberto Kovarik
Coach Estratégia Concursos

Posts Relacionados

Alberto Kovarik

Alberto Kovarik

 Auditor Fiscal da Receita Estadual do Estado do Rio de Janeiro (ICMS-RJ), tendo sido aprovado no concurso de 2011 Desde Janeiro de 2015 trabalhando com a preparação de alunos para os principais concursos do país (alunos aprovados no ISS Cuiabá, ISS Niterói, ICMS PI, ICMS MA, ICMS SC etc.). Primeiro contato com coaching na condição de aluno (coachee) ainda em 2011.  Graduação em Matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Aprovado nos concursos: Professor de Matemática da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro (3 vezes entre os 3 primeiros colocados); Analista de Planejamento e Orçamento (APO) da Secretaria de Planejamento do Estado do Rio de Janeiro (2010); Auditor Fiscal Tributário do Município de São Paulo (2012).

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados