Comentários à prova de Auditoria TRE-BA
Claudenir Brito

Comentários à prova de Auditoria TRE-BA

Olá, pessoal,

Esta não chega a ser a prova de Auditoria TRE-BA comentada, mas alguns comentários sobre o gabarito e uma questão que gerou dúvidas aos candidatos.

A prova foi aplicada em 20/08, pela banca CESPE.

Concordo com o gabarito preliminar apresentado pela banca examinadora.

Alguns alunos me questionaram sobre a Questão 57, cujo gabarito se refere a uma técnica de auditoria denominada “rastreamento”.

O rastreamento é previsto na IN 01/01, que dispõe sobre o Sistema de Controle Interno do Poder Executivo federal, que tem como órgão central o Ministério da Transparência e CGU. Segundo a norma:

“Rastreamento – investigação minuciosa, com exame de documentos, setores, unidades, órgãos e procedimentos interligados, visando dar segurança à opinião do responsável pela execução do trabalho sobre o fato observado”.

Assim, embora a questão tenha se referido ao Auditor Interno, também se refere a um “órgão federal”, o que justificaria a cobrança pela norma, ainda que não explicitada na questão.

NÃO VISLUMBRO POSSIBILIDADE DE RECURSOS

 

Assim que possível, comentaremos a prova integralmente e publicaremos no site, mas como o prazo de recursos está se expirando, optamos por adiantar nosso “de acordo” com o gabarito.

Espero que tenham feito uma boa prova.

Como sempre, permaneço à disposição para quaisquer dúvidas adicionais pelo email [email protected] ou mensagem:

 

(61) 98104-2123

 

Siga-nos nas redes sociais, pois publicamos diariamente temas referentes às técnicas de estudo e à Auditoria:

 facebook_icone profclaudenirbrito  insta_icone profclaudenirbrito

Além disso, se quiser fazer parte da nossa lista exclusiva de e-mails, por meio da qual enviamos material gratuito:

Receba dicas de estudo e conteúdo gratuito de Auditoria em seu email, cadastrando-se na nossa lista exclusiva, no link a seguir

 

http://eepurl.com/caW9Pj

 

Abraços e bons recursos.

Claudenir

Posts Relacionados

Compartilhe:

Claudenir Brito

Claudenir Brito

Auditor Federal de Finanças e Controle do Ministério da Transparência e da Controladoria-Geral da União - CGU. Atualmente exerce o cargo de Secretário Executivo Adjunto no Ministério da Justiça, e é o Presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria - CNCP. Aprovado em 15º lugar no concurso da CGU de 2008, promovido pela ESAF. Graduado em Direito (UNIP) e em Ciências Militares (AMAN). Oficial da reserva do Exército Brasileiro, pós-graduado em operações militares. Professor de Auditoria desde 2010 em cursos preparatórios para concursos e cursos corporativos em Brasília, no Rio de Janeiro e em Salvador, e professor do site Estratégia Concursos. Foi Auditor-Chefe da Auditoria Interna do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT, membro da Comissão de Coordenação de Controle Interno do Poder Executivo Federal - CCCI - e Diretor de Riscos, Controles e Conformidade da Secretaria do Tesouro Nacional – STN. Foi membro do Conselho Fiscal do Serviço Federal de Processamento de Dados - SERPRO; da empresa FURNAS Centrais Elétricas S.A; e da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal - TERRACAP. Autor da obra Auditoria Privada e Governamental - teoria de forma objetiva e mais de 500 questões comentadas (Ed. Impetus, 3ª edição), em co-autoria. Possui duas certificações internacionais: Certified Government Auditing Professional (CGAP) e Certification in Control Self-Assessment (CCSA), emitidas pelo IIA (The Institute of Internal Auditors), instituição da qual é membro efetivo. Na CGU, atuou durante muitos anos na área de Operações Especiais da Secretaria Federal de Controle Interno – SFC, participando do planejamento e da execução de trabalhos em conjunto com órgãos como a Polícia Federal, o Ministério Público e a Receita Federal.

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x