Você é o seu maior inimigo.
Concursos Públicos

Você é o seu maior inimigo.

Já faz algum tempo que venho nesta caminhada sobre concurso público. O ato de fazer provas proporciona algum aprendizado, seja bom ou ruim. Não digo apenas em relação à preparação para um concurso, mas um aprendizado sobre como funciona a mente de um candidato a uma vaga.

Compartilho alguma coisa neste artigo. Aqui não há embasamento estatístico e nem científico. Todos são frutos do meu “achômetro” na tentativa de desvendar o labirinto do coração do candidato. Acredito que tenha alguma coisa de bom. Alguns são pesados, outros nem tanto. Talvez você concorde, talvez não. Mas vamos em frente.

  • Se você não está conseguindo ser aprovado, geralmente você não consegue identificar a sua falha. Assim, “afie seu machado”. Você está cortando lenha com o cabo de seu machado, não com a lâmina.
  • Você acha que sabe o que está fazendo, mas não sabe. As pessoas são um tanto confusas com o que querem na vida. Analisam um edital sempre pelo salário, e não olham a verdadeira capacidade de ser aprovado.
  • Nós erramos diariamente. Não existe Nostradamus no mundo atual. Isso é meio óbvio, mas, na prática, a realidade é cruel.
  • Todos são felizes no Facebook. A rede social foi criada para alguém ver aquilo que nos interessa. Nas postagens, não há brigas familiares, crise financeira e, até ontem, não vi ninguém postar uma reprovação em concurso público.
  • A maioria dos meus problemas sou em quem os cria.
  • A comparação com outro (que já passou em algum certame) somente gera impotência, tanto física quanto mental.
  • O preparo da mente é mais importante que saber técnicas de estudo. A técnica ajuda, mas não é a arma que faz um soldado ser considerado bom, mas seu treinamento. Ou seja, na mente de um guerreiro não há espaço para a dúvida.
  • Se eu não consigo me controlar, eu não consigo avançar. Na prova, o que mais importa é o seu autocontrole, não a bibliografia que você estudou.
  • O candidato é como um viciado. Estou estudando para uma área, e, quando abre um edital para outra área, se eu não for forte, terei uma recaída, não vou passar e ficarei de ressaca.
  • Estamos falando de uma guerra, onde estratégia é fundamental.
  • Se você não tem uma base, você não vai passar. Não adianta insistir ou partir para o desespero. Não há espaço para pequenos.
  • Se você está revoltado, eu digo o seguinte: as bancas não dão a mínima para sua “loucura”, especialmente o CESPE.
  • Não abra mão da sua vida para estudar. Você vai se arrepender.
  • As pessoas vão complicar a sua vida. Seja uma pessoa simples, e você conseguirá sucesso. E, se não for assim, você vai penar. Técnicas mirabolantes de estudo (como as da NASA), sugiro que você reavalie, pois a tendência é que você as abandone.

Por enquanto, é isso. Sucesso e espero você do lado de cá!!

Posts Relacionados

Dane Fernandes

Dane Fernandes

Especialista em Controladoria e Finanças. Associado ao IIA Brasil (Instituto dos Auditores Internos do Brasil), com registro no The Institute of Internal Auditors, com sede na Flórida – Estados Unidos da América. Possui experiências em EAD (educação a distância) em escolas de governo, tais como TCU (Instituto Serzedello Corrêa), CGU, Escola de Administração Fazendária (ESAF), Tribunais de Contas dos Estados do RS, BA e PE, Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), além da Academia Nacional de Polícia (Polícia Federal).

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados