Artigo

Suspensão dos concursos devido ao coronavírus – como lidar com o assunto

Vamos entender hoje como lidar com a Suspensão dos concursos devido ao coronavírus.

Olá, pessoal, Tudo bem? Trazemos esse assunto à tona, afinal de contas, ele tem martelado a cabeça de muitos concursandos nas últimas semanas. O Brasil aparenta estar em uma época sombria por causa dessa nova pandemia pela qual estamos passando. Mas devemos nos desesperar? Como devemos agir em meio a tantas notícias diferenciadas, tanto “Fake News”, bolsa de valores caindo, etc?

Vamos atingir esses tópicos para que cada aluno possa tentar resolver suas possíveis crises da melhor maneira possível. Abordaremos os seguintes itens:

  • Suspensão dos concursos e como tirar o melhor proveito delas;
  • Notícias/Fake News;
  • Bolsa de Valores e o concursando;
  • Possibilidade de contrair o vírus e continuidade dos estudos.

Suspensão dos concursos: como tirar o melhor proveito da situação

Dividiremos esse tópico entre a gravidade da situação que é a suspensão dos concursos devido ao coronavírus e como o aluno deve lidar com ela.

Mesmo em épocas difíceis, historicamente os concursos continuaram abrindo

Primeiramente, vamos tentar tranquilizá-lo quanto à gravidade do assunto: suspensão dos concursos não é algo tão problemático quanto aparenta.

Ao longo dos últimos anos, tivemos várias notícias apocalípticas sobre concursos. Vários estados se diziam não capazes de contratar novos servidores, alguns, até mesmo, próximos de decretar estado de emergência financeira, a exemplo do RS que, inclusive, acaba de realizar concurso para Auditor Fiscal.

Vimos que o número de concursos abertos em 2018, 2019 e até em 2020 foi ótimo, tivemos muitos concursos nas áreas Fiscais, de Tribunais e estávamos com grandes expectativas para Tribunais de Contas.

Dessa maneira, temos que tomar muito cuidado com as previsões desesperadas que encontramos na internet e devemos passar um filtro sobre qualquer notícia veiculada.

Como lidar com a suspensão dos concursos devido ao coronavírus

Voltando ao assunto da suspensão em si, o aluno inteligente deve utilizar esse tempo precioso de suspensão como se estivesse em pós-edital e aproveitar ao máximo para tirar a diferença em suas dificuldades.

É uma oportunidade de ouro saber que o concurso está aberto e ter um prazo longo para se especializar em todas as matérias, tendo capacidade de eliminar as suas deficiências na hora da prova.

Mesmo no caso de um concurso que tenha sido cancelado, está clara a necessidade de servidores e, portanto, o estudante pode se dedicar ao estudo tendo em mente que seu concurso pode abrir novamente a qualquer momento.

Cuidado com a intensidade de estudo durante a suspensão dos concursos devido ao coronavírus

Uma recomendação que fazemos é a de que o aluno perceba que esse tiro longo de estudos, por ser mais duradouro, deve ser encarado como uma maratona.

Deve-se sim existir a intensidade de estudos de um pós-edital, mas deve-se também tomar cuidado com a carga horária total de estudo para que o concursando mantenha um bom ritmo, não extrapolando seus limites e, por consequência, atingindo a exaustão.

Notícias/Fake News

O bombardeamento de Fake News e até mesmo de notícias reais pode ser extremamente prejudicial para o psicológico de um aluno que está estudando e lidando com essa suspensão dos concursos devido ao coronavírus.

Quanto a esse bombardeamento, recomendamos ao aluno: sair de grupos, inscrições do Youtube, Instagram, e outras plataformas que contenham informações duvidosas, apocalípticas ou de qualquer maneira exageradas. Se o aluno observar uma informação estranha em um dado canal de comunicação e perceber que não é verdadeira, é muito interessante que ele se distancie dessa fonte no futuro (bloqueando, deixando de seguir ou cancelando a inscrição no canal).

Mesmo com notícias reais devemos ter cuidado. Os jornais, incluindo os mais conceituados, vivem de marketing, que, na internet, é monetizado em “cliques”. Poucas matérias geram mais cliques que notícias sobre doenças, mortes, economia despencando, suspensão dos concursos devido ao coronavírus, etc.

Pode parecer algo difícil de se fazer num momento como esse, mas seria de grande interesse que o estudante se abstivesse de acompanhar os noticiários. Obviamente deve-se estar ciente de alguns aspectos principais sobre as notícias. Portanto, propomos aqui que algum familiar ou colega de confiança faça um filtro das notícias e passe apenas as informações que tenham algum valor ao estudante.

Lembramos que o psicológico de quem estuda para concursos já é extremamente bombardeado, ter mais um assunto difícil de processar pode ser muito prejudicial para o concursando.

Uma boa fonte de notícias é o site do próprio Ministério da Saúde:

Suspensão dos concursos devido ao coronavírus -  Notícias no ministério da saúde

https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46540-saude-anuncia-orientacoes-para-evitar-a-disseminacao-do-coronavirus

Bolsa de Valores e o concursando

A primeira coisa a ser levada em consideração é: o aluno possui investimentos ou não? Caso ele possua investimentos, deve saber que, historicamente, as quedas na bolsa tiveram reversão. Deve saber também que não é o momento de retirar dinheiro. Desse modo, sobra poucas atitudes a serem realizadas pelo aluno investidor. Acalmar-se pode ser a melhor forma de lidar com essa situação.

Caso o estudante não possua investimentos, a bolsa de valores é mais um item de noticiário que deve ser afastado dos olhos do aluno.

Avaliando se a preocupação é necessária

Dinheiro é algo que mexe com todas as pessoas e, se o concursando estiver sendo muito afetado pelas oscilações da bolsa, primeiramente ele deve verificar se a porção de seu dinheiro investida tem alta representatividade de seu capital ou se é apenas algo secundário. Se for secundário, o mais interessante seria, novamente, deixar correr o mercado e focar nos seus estudos.

Possibilidade de contrair o vírus e continuidade dos estudos

Finalmente, consideremos o caso de um aluno que possui qualquer tipo de hipocondria ou está em um ambiente de risco para contrair o coronavírus. Nesse caso, nada melhor do que ser um estudante de concursos para se proteger, afinal, somos bastante antissociais (rs).

Procure estudar em casa, com materiais online, e evite o contato com a população em geral. Se, mesmo assim, a preocupação de ficar doente for uma sombra diária nos estudos do concursando, veja as estatísticas da doença e perceba que, apesar de ser séria, ela tem uma alta taxa de cura. Tente criar métodos para se acalmar em momentos de crise de ansiedade e evite ficar remoendo o assunto.

Caso o aluno se distancie das notícias, sua ansiedade quanto ao coronavírus já diminuirá automaticamente com o tempo. Dessa maneira, reiteramos a importância de existir uma pessoa de confiança para servir como filtro do que deve ou não ser informado ao aluno.

Convivendo com a situação

Apresentamos alguns dos pontos mais tocados nos noticiários atuais e sabemos que algumas das atitudes recomendadas acima são difíceis de serem efetivamente colocadas em ação. Acontece que estudar para concursos, de uma maneira geral, é um ato de pessoas fortes e que possuem resiliência. Portanto, é interessante já começar a colocar em prática a disciplina e a abstinência dos assuntos que não somam no estudo.

Esperamos que todos os estudantes e seus familiares fiquem bem diante de toda essa situação, recomendamos fortemente a consciência social nesse momento e esperamos que o aluno foque em seus estudos ainda mais nesses períodos de tempo que ele poderá ter disponível em casa em função da suspensão dos concursos devido ao coronavírus.

Um abraço

Continue estudando:

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORA – Assinatura Ilimitada

Fique por dentro de todos os concursos:

Concursos abertos

Concursos 2020

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.