Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos: o que estudar?
Edimar Natali Monteiro

Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos públicos: o que estudar?

Olá, amigos do Estratégia Concursos! Vocês querem saber tudo sobre Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos?

Somos os professores Edimar Natali Monteiro e André Rocha, especializados em Engenharia de Segurança do Trabalho, e juntos estamos lançando aqui no Estratégia um curso regular para concursos públicos.

Neste artigo, vamos mostrar a vocês os assuntos mais cobrados nos últimos editais e como nós preparamos um curso na dose certa para sua aprovação em um cargo público com ótima remuneração.

Metodologia

Gostaríamos de mostrar a vocês como realizamos um Raio-X Estratégico e chegamos a uma árvore de conteúdos ideal para sua aprovação, sem perder tempo em estudos com assuntos desnecessários.

Foram analisados os últimos 30 editais para o cargo de Engenheiro(a) de Segurança do Trabalho em todo o país. Durante a análise, contatamos a existência de dois tipos de editais:

  • Editais específicos: em que as NRs a serem cobradas são explicitamente elencadas; e
  • Editais abertos: em que as NRs não são explicitamente elencadas.

Nesse último caso, o edital geralmente traz o termo “Legislação e normas técnicas (Normas Regulamentadoras)”, abrindo margem para que qualquer uma das NRs possa ser cobrada na prova.

Vejam a seguir exemplos desses dois tipos de editais. Obserevem a diferença entre um edital específico e outro aberto.

Exemplo de edital específico  para o cargo de Engenheiro(a) de Segurança do Trabalho  - Prefeitura de Itu/SP, 2019.
Edital para o cargo de Engenheiro(a) de Segurança do Trabalho para a Prefeitura de Itu/SP, 2019, edital específico
Exemplo de edital aberto para o cargo de Engenheiro(a) de Segurança do Trabalho  - Companhia de Águas de Joenville/SC, 2019, edital aberto
Edital para o cargo de Engenheiro(a) de Segurança do Trabalho para a Companhia de Águas de Joenville/SC, 2019, edital aberto

As NRs mais cobradas

O Quadro a seguir mostra o percentual de incidência de cobrança das NRs nos certames analisados.

Quando com as NRs mais cobradas  quando o assunto é Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos
Enhenharia de Segurança do Trabalho para Concursos – NRs mais cobradas, Quadro

Em primeiro lugar, vejam que o bloco de maior incidência, destacado em verde, é composto basicamente pelas NRs de aplicação geral, ou seja, aquelas que se aplicam a todos os ramos de atividade econômica.

A exceção fica por conta da NR 18 que é uma norma setorial (construção civil), e pelas NRs 10 e 12 que são NRs especiais (tratam de riscos específicos).

Por outro lado, destacado em vermelho, está o bloco de menor incidência, composto apenas por NRs setoriais. Na verdade, não encontramos questões relacionadas a essas NRs nas provas que analisamos. Como resultado, elas aparecem com esse percentual devido ao fato de estarem implicitamente previstas nos “editais abertos”.

Entretanto, vocês devem concordar que não faz sentido, por exemplo, uma prova para o cargo de Engenheiro(a) de Segurança do Trabalho para uma empresa pública de saneamento básico cobrar conhecimento sobre as NRs 22, 29, 31, 34, 36 e 37, uma vez que elas são aplicáveis somente a setores específicos da economia.

Outros assuntos cobrados

Nem só de NRs serão elaboradas as provas de Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos! (Rs)

O Gráfico a seguir mostra o percentual de incidência de cobrança de conhecimentos diversos quando o assunto é Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos.

Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos públicos
Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos – Assuntos diversos mais cobrados, Gráfico

Por exemplo, vejam que os assuntos relacionados a Legislação Previdenciária e NBR 14.280 são cobrados em 85% dos certames. Em suma, esses tópicos abrangem conhecimentos como as definições técnica e legal de acidentes, comunicação de acidentes do trabalho – CAT, indicadores de acidentes, entre outros, que não constam em nehuma das NRs.

Além disso, temas como proteção contra incêndios e explosões, ergonomia, instrumentos e técnicas de avaliação, entre outros, não se esgotam apenas com o estudo das NRs. Assim, nesses casos, devemos buscar conhecimentos em outras fontes como:

  • Norma Técnincas da ABNT;
  • Normas de Higiene Ocupacional – NHO, da Fundacentro;
  • Consolidação das Leis do Trabalho – CLT;
  • Constituição Federal;
  • Doutrinas (livros); entre outros

Estude Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos com estratégia e no Estratégia

Quando o assunto é Engenharia de Segurança do Trabalho para Concursos, a melhor estratégia é priorizar o estudo das NRs de aplicação geral e especiais, juntamente com a legislação previdenciária, como mostrado pelo nosso Raio-X Estratégico.

Em suma, só dispensem tempo estudando as NRs setoriais caso elas sejam explicitamente exigidas no certame, com exceção das NRs 18 e 32, que são costumeiramente cobradas em concursos de prefeituras e hospitais públicos.

Vocês querem estudar para concursos de Enhgenharia de Segurança do Trabalho com conteúdo focado estrategicamente para sua aprovação? Entantão conheça nosso curso online que contempla:

  • livro digial (PDF) elaborado em 13 aulas, contemplando os assunto mais cobrados nos certames, recheados de questões e resumos estratégicos; e
  • videoaulas.

Além disso, fiquem sempre atentos as nossas dicas no blog do Estratégia Concursos e no meu canal no Youtube!

Adicionalmente, vou deixar nossos contatos no Instagram, onde colocamos dicas, informações e conteúdos sobre Engenharia de Segurança do Trabalho para Concuros.

No mais, desejamos excelentes estudos a todos e muito sucesso nessa caminhada!

Contem conosco sempre, grande abraço.

Acesse nosso curso e baixe gratuitamente a aula demonstrativa:

Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho para concursos públicos 2020

Compartilhe:

Edimar Natali Monteiro

Edimar Natali Monteiro

Engenheiro Mecânico e de Segurança do Trabalho, Especialista em Engenharia e Gerenciamento de Manutenção e Mestre em Engenharia Metalúrgica e de Materiais. Aprovado em 1º lugar no concurso para Eng. de Segurança do Trabalho para a prefeitura de Colatina/ES. Atua como professor universitário nos cursos de Graduação em Eng. Mecânica e Civil; Coordenador e Orientador do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho; responsável técnico pela Artec Climatização e Prof. do Estratégia Concursos nas disciplinas específicas para o cargo de Engenheiro de Segurança do Trabalho.

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados