ENTREVISTA: Olívia Costa - Aprovada no concurso Sabesp em 1º lugar no cargo de Técnico em Gestão (Região de Franca)

Entrevista:

ENTREVISTA: Olívia Costa – Aprovada no concurso Sabesp em 1º lugar no cargo de Técnico em Gestão (Região de Franca)

“Estudei durante dois anos mais ou menos. A vontade de passar era grande e consegui manter o foco e a motivação mesmo quando ainda não tinha edital aberto. Pensar na possibilidade de conquista me manteve motivada”

Confira nossa entrevista com Olívia Costa, aprovada no concurso Sabesp em 1º lugar no cargo de Técnico em Gestão (Região de Franca):

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nossos leitores possam te conhecer melhor. Você é formada em que área? Qual sua idade? De onde você é?

Olívia Costa: Meu nome é Olívia, sou formada em Ciências Sociais. Tenho 38 anos. Moro em Franca, São Paulo.

Estratégia: Durante sua caminhada como concurseira, você trabalhava e estudava (como conciliava trabalho e estudos?), ou se dedicava inteiramente aos estudos para concurso?

Olívia: De 2016 a 2018 fiquei por conta apenas dos estudos. Comecei prestando o concurso de oficial de promotoria do MP-SP e o concurso do INSS.

Estratégia: Quantos e em quais concursos já foi aprovada? Qual o último?

Olívia: Fui aprovada no concurso do IBGE Censo Agro 2017 em primeiro lugar para Agente Censitário Municipal, em Franca e neste último concurso da Sabesp para Técnico em Gestão em primeiro lugar para uma única vaga para a Região de Franca.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados/classificados?

Olívia: A sensação é muito boa e de surpresa. Não esperava ficar em primeiro lugar em um concurso concorrido como este da Sabesp e com prova difícil como a da FCC. De imediato não acreditei. Demorou um pouco para cair a ficha.

Estratégia: Como era sua vida social durante a preparação para concursos? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social para passar no concurso o mais rápido possível?

Olívia: A minha vida social era restrita mais a feriados em que eu viajava com meu marido para visitar a família. Só nos finais de semana de feriados que eu parava de estudar para descansar e curtir a famíla.

Estratégia: Você é casada? Tem filhos? Namora? Mora com seus pais? Sua família entendeu e apoiou sua caminhada como concurseira? Se sim, de que forma?

Olívia: Sou casada há 13 anos, mas não tenho filhos. Meu marido entendeu e deu todo o apoio durante a preparação para os concursos.

Estratégia: Ao longo de sua jornada, você tentou outros concursos, para treinar e se manter com uma alta motivação ou decidiu manter o foco apenas naquele concurso que era o seu sonho?

Olívia: Fiz alguns outros concursos sim, mas sempre na área administrativa, com grade de matérias parecida.

Estratégia: Você acha que vale a pena fazer outros concursos, com foco diferente daquele concurso que é realmente seu objetivo maior?

Olívia: Acho que se deve prestar concursos com a maior parte das matérias iguais.

Estratégia: Você estudou por quanto tempo, contando toda a sua preparação? Durante este tempo de estudo, como você fazia para manter a disciplina nos estudos mesmo naqueles períodos em que não havia edital na mão?

Olívia: Estudei durante dois anos mais ou menos. A vontade de passar era grande e consegui manter o foco e a motivação mesmo quando ainda não tinha edital aberto. Pensar na possibilidade de conquista me manteve motivada.

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o concurso? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Olívia: Estudei por videoaulas, pdfs e principalmente após o edital por resumos e exercícios.

Estratégia: Como conheceu o Estratégia Concursos?

Olívia: Conheci o Estratégia pela Internet, por outros sites de concursos.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o concursando é a quantidade de assuntos que deve ser memorizada. Como você fez para estudar todo o conteúdo do concurso? Falando de modo mais específico: você estudava várias matérias ao mesmo tempo? Quantas? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e re-leitura da teoria? Como montou seu plano de estudos?

Olívia: Costumava estudar 2 matérias por dia, no início com videoaulas  e pds e depois com resumos  e bastante exercício.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Olívia: Tinha bastante dificuldade com matemática, mas consegui melhorar bem o meu desempenho fazendo muitos e muitos exercícios.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como você levou seus estudos neste período? Você se concentrava nas matérias de maior peso ou distribuía seus estudos de maneira mais homogênea? Focava mais na re-leitura, em resumos, em exercícios, etc ?

Olívia: No período pós-edital foquei em estudar mais tempo as matérias com mais peso e que possuía mais dificuldade, mas sempre de forma equilibrada, utilizando mais os resumos, marcações de pdfs e exercícios.

Estratégia: Na semana da prova, nós sempre observamos vários candidatos assumindo uma verdadeira maratona de estudos (estudando intensamente dia e noite). Por outro lado, também vemos concurseiros que preferem desacelerar um pouco, para chegar no dia da prova com a mente mais descansada. O que você aconselha?

Olívia: Na semana da prova prefiro dar uma desacelerada, mas continuo estudando até dois dias antes da prova . Depois para de estudar para descansar para a prova.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Olívia: Os meu acertos foram a resolução de exercícios. Os  erros eu poderia dizer que foi deixar de fazer algumas marcações importantes no pdf e nos resumos depois.

Estratégia: Pela sua experiência e contato com outros concurseiros, diga-nos quais são os maiores erros que as pessoas cometem quando decidem se preparar para concursos?

Olívia: Os maiores erros são estudar sem cronograma no início, sem dar importância a determinadas matérias e não acreditar em si mesmo.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? E qual foi sua principal motivação?

Olívia: O mais difícil é manter o ritmo de estudo, a motivação em pé. Minha principal motivação foi conseguir um emprego melhor, com plano de saúde, estabilidade e possibilidades de crescimento profissional.

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para concurso. Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Olívia: Aconselharia a ter fé, acreditar, ter muita paciência e priorizar o tempo além da manutenção da motivação o tempo todo e, é claro, investir em bons materiais de estudo.

Outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados
Cursos Online para Concursos

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Resultados:

  • Concurso TJ PR Dos 275 aprovados, 31 são nossos alunos
  • Concurso Banrisul 2018 (Escrituário) Dos 185 aprovados, 46 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Papiloscopista) Dos 119 aprovados, 66 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Escrivão) Dos 100 aprovados, 50 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Agente) Dos 180 aprovados, 113 são nossos alunos

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.