ENTREVISTA: Murilo Rebelato Ottaviani - aprovado em 2º no concurso da PRF o estado do Rio Grande do Sul (provas objetiva e discursiva)

Entrevista:

ENTREVISTA: Murilo Rebelato Ottaviani – aprovado em 2º no concurso da PRF o estado do Rio Grande do Sul (provas objetiva e discursiva)

Acredito que a palavra-chave seja sacrifício. Com exceção de alguns “geniozinhos”, para se ter um bom desempenho em concurso público, com a concorrência que existe hoje, é necessário abdicar de muita coisa. Valerá a pena”

Confira nossa entrevista com Murilo Rebelato Ottaviani, aprovado em 2º lugar no concurso da Polícia Rodoviária Federal para o estado do Rio Grande do Sul (provas objetiva e discursiva):

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nossos leitores possam te conhecer melhor. Você é formado em que área? Qual sua idade? De onde você é?

Murilo Rebelato Ottaviani: Sou formado em Engenharia de Produção pela UFRN. Tenho 33 anos. Nasci no interior de SP, mas resido em Natal/RN há aproximadamente 20 anos.

Estratégia: O que te levou a tomar a decisão de começar a estudar para concursos? Porque a área Policial?

Murilo: Sempre considerei muito importante a atividade policial, principalmente aqui no Brasil. Acredito que a função possa trazer muita satisfação pessoal e profissional.

Estratégia: Durante sua caminhada como concurseiro, você trabalhava e estudava (como conciliava trabalho e estudos?), ou se dedicava inteiramente aos estudos para concurso?

Murilo: Quando prestei pela primeira vez o concurso da PRF (2009), dedicava-me somente aos estudos (embora não muito, rs). Na segunda tentativa (2013), trabalhava e estudava. Neste concurso de 2019, estava também trabalhando e estudando. Porém, solicitei uma licença sem remuneração de 6 meses.

Estratégia: Quantos e em quais concursos já foi aprovado? Qual o último? Em qual cargo e em que colocação?

Murilo: Em 2010: Assistente Administrativo na CAERN (Companhia de água e esgoto do Rio Grande do Norte) – acho que em 10º lugar . Em 2011: Assistente em Administração na UFRN – 5º lugar.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados/classificados na primeira fase do certame?

Murilo: Putz! Sensação difícil de descrever… Uma mistura de surpresa, orgulho mas, principalmente, muita felicidade.

Estratégia: Como era sua vida social durante a preparação para concursos? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social?

Murilo: Vida social bem restrita. Antes da confirmação do concurso, ainda saía aos finais de semana. Com a confirmação, comecei a frequentar apenas confraternizações essenciais. Depois da publicação do edital, clausuramento totalmente.

Estratégia: Você é casado? Tem filhos? Namora? Mora com seus pais? Sua família entendeu e apoiou sua caminhada como concurseiro(a)? Se sim, de que forma?

Murilo: Solteiro, sem filhos (abusando da boa vontade dos meus pais ainda). Minha família tem me apoiado 120%, de muitas formas. Desde conselhos a puxões de orelha. Devo muito a eles, sem dúvida nenhuma.

Estratégia: Você acha que vale a pena fazer outros concursos, com foco diferente daquele concurso que é realmente seu objetivo maior?

Murilo: Acredito que seja válido, desde que haja muita matéria em comum e desde que o concurso principal ainda não esteja confirmado.

Esse é o concurso dos meus sonhos. Espero que eu consiga prosseguir, passando por todas as etapas. Se der tudo certo, tomando posse, encerro minha jornada de concurseiro.

Estratégia: Você estudou por quanto tempo direcionado ao concurso que foi aprovado?

Murilo: Para este último, estudei um pouco mais de 2 anos, direto. Mas já tinha feito os concursos de 2013 e 2009 da PRF.

Estratégia: Chegou a estudar sem ter edital na praça? Durante esse tempo, como você fazia para manter a disciplina nos estudos?

Murilo: Sim, tem que estudar antes do edital. Para manter a disciplina, tentava me conscientizar de que um dia o concurso ia sair, por mais que demorasse. Além disso, procurava imaginar como seria se tudo desse certo.

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o concurso? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Murilo: PDF’s, principalmente. Assistia a videoaulas quando estava cansado. Na minha opinião, estudar por PDF’s é a forma mais eficaz.

Estratégia: Como conheceu o Estratégia Concursos?

Murilo: Através de conversas com outros concurseiros.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o concursando é a quantidade de assuntos que devem ser memorizados. Como você fez para estudar todo o conteúdo do concurso? Falando de modo mais específico: você estudava várias matérias ao mesmo tempo? Quantas? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e releitura da teoria? Como montou seu plano de estudos? Quantas horas por dia costumava estudar?

Murilo: Eu sempre preferi estudar uma matéria por vez, de forma a ficar 100% focado só naquilo. Estudava mais ou menos ½ do conteúdo de uma matéria, depois ia para outra, etc.

No início fazia resumos, mas demora muito. Resolvi utilizar grifos e fazer mapas mentais. Focava mais na leitura e releitura da teoria, mas fazia exercícios também. Considero-os fundamentais.

Estudava aproximadamente 7 horas líquidas por dia.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Murilo: Minha maior dificuldade foi a informática. Matéria do cão. Não superei, continuou sendo minha pior matéria na prova (rs). Mesmo sendo a “pior”, tentei dar um foco nela sim, para ela não me atrapalhar muito. Fiz muitas questões e estudei mais aquele conteúdo com maior custo-benefício, dentro da informática.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como foi sua rotina de estudos na semana que antecedeu a prova? E véspera de prova: foi dia de descanso ou dia de estudo?

Murilo: Na semana que antecedeu a prova, procurei manter o mesmo ritmo que estava tendo desde a publicação do edital. No sábado, dia 2, estudei bem pouco, apenas umas fórmulas de física e matemática.

Estratégia: No seu concurso, tivemos, além das provas objetivas, as provas discursivas. Como foi seu estudo para esta importante parte do certame? O que você aconselha?

Murilo: Eu treinei bastante redação, simulando assuntos possíveis de serem cobrados. Fiz um curso de redação também. Acredito que treinar redação é fundamental, principalmente no formato da banca.

Estratégia: Como está sendo sua preparação para o TAF e para as demais etapas?

Murilo: Venho treinando para o TAF desde janeiro, tentando melhorar o desempenho, mas sem exageros. Uma amiga está me acompanhando minha preparação.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Murilo: Erros: muito tempo fazendo resumos; devia ter feito mais questões; algumas perdas de foco;

Acertos: achar o método que funciona melhor para mim; recuperar o foco.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? Chegou a pensar, por algum momento, em desistir? Se sim, como fez para seguir em frente?

Murilo: O mais difícil é sempre o sacrifício. Deixar de se divertir para manter a rotina cansativa.

Não pensei em desistir, dessa vez. Tentava focar no objetivo e não na caminhada.

Estratégia: Qual foi sua principal motivação?

Murilo: Pertencer.

Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para concurso. Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Murilo: Acredito que a palavra-chave seja sacrifício. Com exceção de alguns “geniozinhos”, para se ter um bom desempenho em concurso público, com a concorrência que existe hoje, é necessário ter uma vida lixo durante algum tempo, abdicar de muita coisa. Valerá a pena.

Uma sugestão seria encontrar o método que funcione melhor para você. Cada pessoa funciona de um jeito.

Confira outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados

Cursos Online para Concursos

Confira também:

Foi aprovado e deseja dividir com a gente e com outros concurseiros como foi sua trajetória até a aprovação?! Mande um e-mail para: [email protected]

Abraços,

Thaís Mendes

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Resultados:

  • Concurso SEFAZ-AL 2020 - Auditor Fiscal Dentro das 60 vagas ofertadas, 32 são nossos alunos
  • Concurso DEAP SC - Agente Penitenciário Feminino 2019 Das 50 melhores colocadas, 16 são nossas alunas
  • Concurso MP RJ - Oficial 2019 Dos 10 primeiros colocados, 6 são nossos alunos
  • Concurso MP RJ - Técnico Administrativo Dos 10 primeiros colocados, 7 são nossos alunos
  • Concurso MP RJ - Analista Administrativo 2019 Dos 10 primeiros colocados, 8 são nossos alunos