ENTREVISTA: Luan Medeiros - Aprovado em 27º lugar no concurso Banrisul para o cargo de escriturário na região de Porto Alegre

Entrevista:

ENTREVISTA: Luan Medeiros – Aprovado em 27º lugar no concurso Banrisul para o cargo de escriturário na região de Porto Alegre

Não se compare com aquela pessoa que passou no primeiro concurso e que estudou poucos meses. Ela é exceção ou talvez a história não seja exatamente como ela é contada. Não se preocupe com a concorrência, se preocupe em melhorar seu rendimento, pois é a única coisa que você pode controlar”

Confira nossa entrevista com Luan Medeiros, aprovado em 27° lugar no concurso da Banrisul para o cargo de escriturário na região de Porto Alegre:

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nossos leitores possam te conhecer melhor. Você é formado em que área? Qual sua idade? De onde você é?

Luan Medeiros: Sou formado em Engenharia de Petróleo pela UFRN e pós-graduado em Gestão de Projetos, também pela UFRN. Tenho 28 anos e moro em Natal.

Estratégia: O que te levou a tomar a decisão de começar a estudar para concursos?

Luan: Sempre quis construir uma carreira que me desse a possibilidade de programar meu trajeto a médio e longo prazo. Após terminar a faculdade, não conseguia nenhuma oportunidade na minha área de formação. Então resolvi que deveria buscar alternativas e escolhi estudar para concurso.

Estratégia: Durante sua caminhada como concurseiro, você trabalhava e estudava (como conciliava trabalho e estudos?), ou se dedicava inteiramente aos estudos para concurso?

Luan: Inicialmente dividia o estudo para concursos com algumas atividades profissionais que apareciam esporadicamente. Mas, em regra, meu tempo sempre foi mais dedicado aos estudos. Atualmente dedico todo o meu tempo a preparação e aprovação em concursos.

Estratégia: Quantos e em quais concursos já foi aprovado? Qual o último? Em qual cargo e em que colocação?

Luan: Fui aprovado, fora do número das vagas, no processo seletivo da Apex-Brasil, para o cargo de Analista de Projetos; e no concurso da CGE-RN, para Técnico de Controle Interno.

Recentemente fui aprovado, agora dentro das vagas, no concurso de escriturário do Banrisul, para a região de Porto Alegre. Eram 34 vagas para ampla concorrência e alcancei a 27° posição.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados/classificados?

Luan: Sensação de gratidão, de confiança, de que estou no caminho certo e de que, apesar de ter que abdicar de algumas coisas no momento, certamente irei colher bons frutos em breve.

Estratégia: Como era sua vida social durante a preparação para concursos? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social?

Luan: Sempre gostei de sair com meus amigos e namorada. Barzinho, festas, estádio de futebol. Não eliminei meu lazer, mas com certeza reduzi bastante minhas saídas. Atualmente fico todo o meu tempo em casa.

Estratégia: Você é casado? Tem filhos? Namora? Mora com seus pais? Sua família entendeu e apoiou sua caminhada como concurseiro? Se sim, de que forma?

Luan: Não sou casado, não tenho filhos, mas tenho um relacionamento de longa data, 9 anos de namoro. Moro com meus pais que me dão total apoio. Quando falo que não posso estar presente em alguns momentos, pois tenho que estudar, todos compreendem e aceitam.

Estudo em casa, no meu quarto. Todos já sabem que se estou de porta fechada, é porque estou estudando e eles evitam me interromper.

Desde o começo, sempre contei com o apoio dos meus pais. Quando decidi que iria iniciar meus estudos, foi com eles que conversei primeiro e eles sempre me deram força e credibilidade.

Estratégia: Você acha que vale a pena fazer outros concursos, com foco diferente daquele concurso que é realmente seu objetivo maior?

Luan: Acredito que vale a pena sim, desde que tenham matérias em comum. É importante definir uma área de concursos que cobre, pelo menos, um ciclo básico de conteúdos equivalente.

Caso surja um edital que não seja exatamente o almejado, mas que cobre boa parte do conteúdo que já está sendo estudado, vale a pena. Nem que seja para ter uma experiência de prova, que eu considero algo muito importante também.

Meu cargo dos sonhos seria o de Analista do Banco Central. Atualmente estou gostando de estudar algumas disciplinas da área de Controle interno. Estou me animando com a possibilidade dos concursos da CG-DF e CGU.

Estratégia: Você estudou por quanto tempo direcionado ao concurso que foi aprovado?

Luan: Antes do concurso do Banrisul ocorreu, em Dezembro de 2018, a prova do Banco do Nordeste (BNB) e não fui aprovado por 1 ponto.

Para a prova do BNB eu estudei 3 meses. A prova do Banrisul ocorreu em fevereiro, tive que estudar só algumas disciplinas a mais e revisar a maior parte do conteúdo, que já havia estudado para a prova do BNB. No total, foram 5 meses de estudo direcionado para o Banrisul.

Estratégia: Chegou a estudar sem ter edital na praça? Durante esse tempo, como você fazia para manter a disciplina nos estudos?

Luan: Sim. Estou sempre estudando um ciclo de matérias básicas, como: português, direito administrativo, direito constitucional, etc.

Confesso que nem sempre consigo manter o estudo no mais alto nível, mas acredito que a disciplina vem com o hábito. Mesmo nos dias mais difíceis, tento fazer algo que não exija muito esforço mental, como resolver questões no lugar de revisar matéria, assistir videoaula ao invés de ler PDF. O importante é não deixar de estudar.

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o concurso? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Luan: Nunca frequentei aula presencial, nem comprei livros e apostilas físicas. Desde que comecei, sempre utilizei material online. Busco sempre estudar via leitura de PDF. Às vezes, quando tenho maior dificuldade de entendimento ou estou cansado mentalmente, eu opto por assistir videoaulas.

As vantagens do PDF consiste na profundidade do conteúdo e a possibilidade de fazer marcações e anotações de forma organizada. Já as vantagens da videoaula baseia-se no menor desgaste mental (a possibilidade de variar a velocidade é excelente. Eu costumo assistir na velocidade 2x) e o contato mais direto com o professor, que sempre dá algumas dicas que facilitam o entendimento.

Estratégia: Como conheceu o Estratégia Concursos?

Luan: Conversei com um amigo, que já estudava para concursos, e ele me indicou o Estratégia e outro cursinho online. Verifiquei o material, o site, comparei e escolhi o Estratégia Concursos, pois me pareceu uma equipe extremamente profissional e atenta aos detalhes.

Considero uma decisão acertada, sou muito satisfeito com a qualidade do material oferecido pelo Estratégia.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o concursando é a quantidade de assuntos que devem ser memorizados. Como você fez para estudar todo o conteúdo do concurso? Falando de modo mais específico: você estudava várias matérias ao mesmo tempo? Quantas? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e releitura da teoria? Como montou seu plano de estudos? Quantas horas por dia costumava estudar?

Luan: Meu plano de estudos sempre variou de acordo com o momento, se era sem edital ou com edital. O mínimo de matérias que monto no meu ciclo são 6, mas já fiz até com 10.

Nunca fiz resumos, prefiro fazer marcações (grifos) para revisão e pequenos comentários. Gosto muito de revisar via resolução de questões.

Atualmente, estudo em média 7 horas líquidas por dia. Pelo menos 5 horas de leitura de conteúdo e o resto separo para revisar ou resolver questões.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Luan: Por ser da área de exatas, eu tenho muita facilidade com raciocínio lógico, matemática e estatística. No início, tive mais dificuldade com as disciplinas de direito mas, com o tempo e resolvendo questões, é possível identificar os pontos que são mais prováveis de serem cobrados pela banca.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como foi sua rotina de estudos na semana que antecedeu a prova? E véspera de prova: foi dia de descanso ou dia de estudo?

Luan: Continuei estudando até a véspera. Particularmente, não fico muito estressado com a aproximação da prova, felizmente sou bem tranquilo. Me mantenho focado no estudo até a véspera, mas algo que seja mais leve, como revisar anotações e resolver questões.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Luan: Talvez seja uma dificuldade que ainda tenho é a de selecionar melhor as partes para grifar e revisar posteriormente. Muitas vezes a revisão se torna cansativa e não produtiva, exatamente quando minha marcação não foi adequada.

Dos acertos, sem dúvida é ter escolhido um material atualizado e focado na prova. Além disso, fazer o máximo de questões possíveis. Certamente é uma das melhores formas de fixar conteúdo e acertar questões na hora da prova.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? Chegou a pensar, por algum momento, em desistir? Se sim, como fez para seguir em frente?

Luan: O mais difícil é começar após uma prova e voltar a estudar sem edital. Sempre temos dias ruins, onde desmotivamos e pensamos que não somos capazes.

Principalmente neste caso, é importante não tomar decisões precipitadas. Logo, lembro os resultados que já obtive e que a cada dia estou mais perto do objetivo final.

Agora é mais perceptível a evolução dos meus resultados. Cada prova um aproveitamento de acertos um pouco melhor que antes. A reflexão sobre a evolução sempre me motiva e me faz acreditar que, em breve, serei aprovado em um concurso de alto nível.

Estratégia: Qual foi sua principal motivação?

Luan: Bem, difícil eleger a principal. São várias as motivações, mas talvez seja o fato de ter uma carreira estruturada, que me permite planejar minha vida de forma mais segura. 

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para concurso. Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Luan: A primeira coisa é saber que você é capaz. Acredite em você! Procure ajuda e conselhos de quem já percorreu esse caminho. Planeje sua rotina de estudos. Seja fiel à sua escolha de estudar, ela é sua PRIORIDADE pelos próximos meses ou anos.

Não se compare com aquela pessoa que passou no primeiro concurso e que estudou poucos meses, ela é exceção ou talvez a história não seja exatamente como ela é contada. Não se preocupe com a concorrência, se preocupe em melhorar seu rendimento. É a única coisa que você pode controlar.

Confira outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados

Cursos Online para Concursos

Foi aprovado e deseja dividir com a gente e com outros concurseiros como foi sua trajetória até a aprovação?! Mande um e-mail para: [email protected]

Abraços,

Thaís Mendes

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Resultados:

  • Concurso TJ PR Dos 275 aprovados, 31 são nossos alunos
  • Concurso Banrisul 2018 (Escrituário) Dos 185 aprovados, 46 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Papiloscopista) Dos 119 aprovados, 66 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Escrivão) Dos 100 aprovados, 50 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Agente) Dos 180 aprovados, 113 são nossos alunos

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.