ENTREVISTA: Gerliana Medeiros - Aprovada em 1º lugar no concurso do MPOG/ENAP no cargo de técnico em assuntos educacionais

Entrevista:

ENTREVISTA: Gerliana Medeiros – Aprovada em 1º lugar no concurso do MPOG/ENAP no cargo de técnico em assuntos educacionais

“Não olhe para a concorrência, foque em você. Faça metas diárias de estudo, seja disciplinado. Alimente-se e durma bem. Aprenda a controlar o nervosismo. Parece clichê, mas concurso realmente é uma fila, continue no foco e sua hora chegará!”

Foco, disciplina e persistência. Esse foi o segredo do sucesso, que levou a professora Gerliana Medeiros à aprovação, em primeiro lugar, no concurso do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), no cargo de técnico em assuntos educacionais.

Desde 2012, Gerliana foi aprovada em alguns concursos, mas todos ficando fora do número de vagas. Para conseguir, enfim, sua tão sonhada aprovação e classificação, essa Brasiliense resolveu tomar uma atitude radical: só parava de estudar para trabalhar e dormir. 

Sua caminhada não foi fácil. Foram algumas reprovações devido, inicialmente, a sua falta de foco; abdicações; a necessidade de conciliar os estudos com o trabalho; e a perda de sua mãe. Apesar dos percalços, Gerliane não desistiu e deu a volta por cima.

Como dizia Renato Russo, “quem acredita sempre alcança”. E foi por acreditar em seu sonho que esta concurseira alcançou seu objetivo, de ser aprovada em um concurso na sua área de formação.

Confira nossa entrevista com Gerliana Medeiros, aprovada em 1º lugar no concurso do MPOG/ENAP no cargo de técnico em assuntos educacionais

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nosso leitor possa te conhecer melhor. Você é formado em que área? Trabalhava e estudava, ou se dedicava inteiramente aos estudos? Quantos e quais concursos já foi aprovado? Qual o último?

Gerliana Medeiros: Sou licenciada em matemática. Trabalho 40 horas por semana como professora, estudo a noite e aos fins de semana. Em 2012 fui classificada em 72º, fora do cadastro reserva no concurso do Instituto Federal de Brasília para professor de matemática. Em 2013, também fora do cadastro reserva, fiquei em 192º no concurso da SEDF para professor de matemática. Fiquei em 34º para orientador educacional da Cidade Ocidental de GO, esse no cadastro reserva. O último foi o do MP fiquei em 1° lugar para técnico em assuntos educacionais.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados/classificados?

Gerliana: A sensação foi de dever cumprido, pois esse para técnico eu realmente me dediquei 100%, os demais não dei o meu melhor. Quando foquei e me dediquei, veio o resultado que buscava.

Estratégia: Como era sua vida social durante a preparação para concursos? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social para passar no concurso o mais rápido possível?

Gerliana: Nos outros concursos tentava conciliar vida social e estudos, mas como ficava no quase, resolvi tomar uma atitude radical, só parava de estudar para trabalhar e dormir. Nos outros momentos estava estudando.

Estratégia: Ao longo de sua jornada, você tentou outros concursos, para treinar e se manter com uma alta motivação ou decidiu manter o foco apenas naquele concurso que era o seu sonho? Você acha que vale a pena fazer outros concursos, com foco diferente daquele concurso que é realmente seu objetivo maior?

Gerliana: Faça concursos relacionados à sua área. Meu foco era a área educacional para garantir uma renda melhor e a estabilidade. Fazer concursos relacionados é treino para o seu objetivo maior, desde que os conteúdos sejam praticamente os mesmos.

Estratégia: Você estudou por quanto tempo, contando toda a sua preparação? Durante este tempo de estudo, como você fazia para manter a disciplina nos estudos mesmo naqueles períodos em que não havia edital na mão?

Gerliana: Estudava para concursos desde o ensino médio, mas atirava para todos os lados, todas as áreas, então não conseguia nada. Quando terminei a faculdade, resolvi focar na área educacional, passei um ano e meio sem estudar, pois minha mãe ficou doente e depois faleceu, então não estudei nada durante esse período. De efetivo estudo apenas para área educacional foi um ano.

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o concurso? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Gerliana: Estudava com pdf e vídeo aulas do Estratégia, a vantagem é a disposição do material em todos os lugares, a qualidade e a maximização do tempo real de estudo.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o concursando é a quantidade de assuntos que deve ser memorizada. Como você fez para estudar todo o conteúdo do concurso? Falando de modo mais específico: você estudava várias matérias ao mesmo tempo? Quantas? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e re-leitura da teoria?

Gerliana: Fiz um cronograma de estudos e resumos. Estudava várias matérias ao mesmo tempo, conforme o cronograma. Os resumos dos conteúdos já estudados eram revistos e memorizados nas horas vagas, durante o trajeto de ida e volta ao trabalho no metrô/ ônibus.

Nesse cronograma tinha o dia dos exercícios que refazia provas anteriores, principalmente a discursiva.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Gerliana: Minha maior dificuldade é língua portuguesa. Fiz um curso específico, esse presencial, na época foquei apenas nessa disciplina, decorei as regrinhas e trenei como a banca cobrava o conteúdo de gramática e discursiva. Precisei superar a vontade de tentar aprender tudo, entender que o interesse não era aprender e sim ser aprovada. Às vezes focamos no aprendizado e concurso é treino e decoreba, claro que conhecimento vale, mas nem sempre.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como você levou seus estudos neste período? Você se concentrava nas matérias de maior peso ou distribuía seus estudos de maneira mais homogênea? Focava mais na re-leitura, em resumos, em exercícios, etc ?

Gerliana: Foquei nos resumos e exercícios distribuindo as matérias de maneira homogênea.

Estratégia: Na semana da prova, nós sempre observamos vários candidatos assumindo uma verdadeira maratona de estudos (estudando intensamente dia e noite). Por outro lado, também vemos concurseiros que preferem desalecerar um pouco, para chegar no dia da prova com a mente mais descansada. O que você aconselha?

Gerliana: Na última semana apenas reli os resumos. Não dava tempo de aprender mais nada. Resolvi relaxar. Dormir bem, assisti séries para relaxar e organizei minha alimentação para evitar qualquer problema no dia da prova. O melhor é chegar o dia com mente e corpo em equilíbrio.

Estratégia: No seu concurso, tivemos, além das provas objetivas, as provas discursivas. Como foi seu estudo para esta importante parte do certame? O que você aconselha?

Gerliana: Como a discursiva seria relacionada aos conhecimentos específicos, toda vez que terminava de estudar um tópico do edital, fazia uma discursiva relacionada àquele tópico. Fiz todas as discursivas que a banca já tinha colocado em provas anteriores.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Gerliana: Meus erros foram não focar logo em uma área. Eram conteúdos diversos então não conseguia o objetivo. Deixar problemas externos interferir nos estudos também foi um erro. Estudar várias horas e dormir pouco.

Os acertos foram estudar para apenas uma área, abrir mão da vida social e focar nos estudos, dormir bem e consegui neutralizar os problemas pessoais na hora de estudar.

Estratégia: Pela sua experiência e contato com outros concurseiros, diga-nos quais são os maiores erros que as pessoas cometem quando decidem se preparar para concursos?

Gerliana: Não ter foco. Não ter disciplina. Não ter descanso.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação?

Gerliana: Abrir mão de momentos com a família.

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para concurso. Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Gerliana: Foque em uma área que goste e estude apenas para ela. Não olhe para a concorrência, foque em você. Faça metas diárias de estudo, seja disciplinado. Alimente-se e durma bem. Aprenda a controlar o nervosismo. Parece clichê, mas concurso realmente é uma fila, continue no foco e sua hora chegará!

 Outras entrevistas em:

https://www.estrategiaconcursos.com.br/depoimentos/

Assessoria de Comunicação

[email protected]

 

 

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Resultados:

  • Concurso TJ PR Dos 275 aprovados, 31 são nossos alunos
  • Concurso Banrisul 2018 (Escrituário) Dos 185 aprovados, 46 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Papiloscopista) Dos 119 aprovados, 66 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Escrivão) Dos 100 aprovados, 50 são nossos alunos
  • Concurso Sefaz RS 2018 (Agente) Dos 180 aprovados, 113 são nossos alunos

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.