ENTREVISTA: Daniel Arimatéa - Aprovado no concurso para Procurador da Câmara Legislativa de Goiânia

Entrevista:

ENTREVISTA: Daniel Arimatéa – Aprovado no concurso para Procurador da Câmara Legislativa de Goiânia

“Vale a pena se dedicar. E todo apoio e qualquer dica de quem tem experiência é importante. O estudo para concursos é sempre uma evolução!”

Confira nossa entrevista com Daniel Arimatéa, aprovado no concurso para Procurador da Câmara Legislativa de Goiânia:

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nossos leitores possam te conhecer melhor. Você é formado em que área? Qual sua idade? De onde você é?

Daniel Arimatéa: Sou Daniel, formado em Direito pela Universidade Federal do Tocantins – UFT, no ano de 2007, em Palmas – TO. Tenho 33 anos e sou de Goiânia – GO.

Estratégia: O que te levou a tomar a decisão de começar a estudar para concursos?

Daniel: Me formei com 22 anos e, na época, não tinha despertado para os concursos maiores, já que era concursado no Estado do Tocantins e exercia cargos de confiança e pensava em seguir carreira advogando.

No decorrer dos 10 anos de serviço público, percebi através de colegas do Estado e familiares que atuam na área, que gostava da atividade de advocacia pública.

Percebi também que não tinha o perfil captador de clientes na advocacia. Assim, pedi licença do serviço público em 2015 para me dedicar exclusivamente aos concursos de advocacia pública.

Outro ponto influenciador, foi que meu irmão também decidiu prestar concurso para procuradoria, então, sempre estamos juntos nos estudos.

Estratégia: Durante sua caminhada como concurseiro, você trabalhava e estudava (como conciliava trabalho e estudos?), ou se dedicava inteiramente aos estudos para concurso?

Daniel: Na verdade eu atuava ainda nas causas que havia captado e que ainda estavam em curso, mas o foco passou a ser somente o concurso.

Estratégia: Quantos e em quais concursos já foi aprovado? Qual o último? Em qual cargo e em que colocação?

Daniel: Neste ponto, percebendo que os concursos maiores, de procurador de estado e procurador federal estão cada dia com um nível mais alto, passei a fazer também as provas de procuradoria de municípios e câmaras legislativas.

Passei em 2017 na Procuradoria do Município de Gurupi-TO, situação em que meus estudos ganharam um novo estímulo.

Optei por não assumir, então também fiquei em 5º lugar no Concurso de Procurador da Câmara de Palmas-TO, me dando bastando ânimo para continuar.

Então, mais recentemente, obtive aprovação na Procuradoria da Câmara Legislativa de Goiânia –GO.

Fiquei muito feliz, e pretendo assumir e continuar estudando, já que a carga horária é de 30 horas semanais.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados/classificados?

Daniel: É maravilhoso, principalmente quando podemos entregar resultados aos que nos apoiam (principalmente minha esposa) na árdua corrida dos concursos, em que o mais normal é não ver o nome na lista.

Estratégia: Como era sua vida social durante a preparação para concursos? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social?

Daniel: Não abdiquei do convívio social, já que tenho esposa e 3 filhos. Entretanto, quando estou no ritmo de um edital ou prova próxima, peço que todos evitem me chamar para as programações, tendo deixado de ir a alguns eventos importantes de família.

Mas no final, todo esforço vale à pena!

Estratégia: Você é casado? Tem filhos? Namora? Mora com seus pais? Sua família entendeu e apoiou sua caminhada como concurseiro? Se sim, de que forma?

Sou casado e tenho 3 filhos.

Todos me apoiam muito em casa. Familiares também ajudam dando atenção às crianças nos momentos em que tenho que me dedicar aos estudos.

Estratégia: Você acha que vale a pena fazer outros concursos, com foco diferente daquele concurso que é realmente seu objetivo maior? 

 Daniel: Pretendo continuar estudando para alcançar o objetivo da Advocacia Pública Estadual ou Federal.

Estratégia: Você estudou por quanto tempo direcionado ao concurso que foi aprovado?

Daniel: Tenho 3 anos e meio de estudos focados para Procuradoria.

Estratégia: Chegou a estudar sem ter edital na praça? Durante esse tempo, como você fazia para manter a disciplina nos estudos?

Daniel: Estudei por muitas vezes sem um edital específico.

Pra manter a disciplina nos estudos, é bom ter o convívio com quem também faz concursos.

Isso estimula muito, como no meu caso, estudando com meu irmão, sempre nos policiamos quando alguém quer desistir ou sair do foco.

As cobranças em casa também fazem parte e ajudam muito!

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o concurso? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Daniel: Na preparação, utilizei livros que possuem resumos no final dos capítulos, livros de sinopses ou resumos para algumas matérias menores, e por vezes adquiria pdf’s e videoaulas na reta final de alguns concursos específicos.

Estratégia: Como conheceu o Estratégia Concursos?

Daniel: Conheci o Estratégia Concursos em 2015, através do aplicativo de questões em que ganhávamos cupons respondendo questões.

Então fui adquirindo alguns materiais que gostei bastante.

Por fim, o que fez diferença na última aprovação foi o curso de discursivas para procurador legislativo do Estratégia, com o professor Igor Maciel.

Fez a diferença.

Falo que foi investimento em tecnologia.

Já tinha reprovado em outras provas discursivas, então, para esta da Câmara de Goiânia, fui preparado e confiante.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o concursando é a quantidade de assuntos que deve ser memorizada. Como você fez para estudar todo o conteúdo do concurso? Falando de modo mais específico: você estudava várias matérias ao mesmo tempo? Quantas? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e releitura da teoria? Como montou seu plano de estudos? Quantas horas por dia costumava estudar?

Daniel: No começo fazia mais resumos, o que demandava bastante tempo. Vai ficando desesperador, já que não rende.

Hoje faço mais resumos das matérias específicas de cada prova, como legislação municipal ou estadual e reviso na véspera.

Entretanto, por vezes nos lembramos na hora da prova de algum resumo que fizemos por mais que já tenha algum tempo. Excelente para memorização.

Depois a quantidade de questões da banca também faz a diferença.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Daniel: Tinha mais dificuldades em questões conceituais ou de princípios, fontes, etc. em quase todas as matérias.

Para superar, só com macetes, mnemônicos, bizus, etc.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como foi sua rotina de estudos na semana que antecedeu a prova? E véspera de prova: foi dia de descanso ou dia de estudo?

Daniel: Gosto de estudar na véspera da prova, mas na noite anterior, sempre procuro sair pra jantar em um lugar tranqüilo pra relaxar.

Não estudo no dia ou pouco antes da prova.

Estratégia: No seu concurso, tivemos, além das provas objetivas, as provas discursivas. Como foi seu estudo para esta importante parte do certame? O que você aconselha?

Daniel: Aconselho investir em tecnologia, como eu disse.

Os professores buscam passar a experiência de outras provas e quase sempre adivinham algo que vai cair, além de nos ajudar a raciocinar sobre como o examinador elaboraria o espelho da prova.

Lembrar das palavras do professor na hora da prova, não tem preço!!

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Daniel: O erro é quase sempre deixar de ver algum ponto do edital, que é o que sempre cai e tira da disputa.

O Acerto é o inverso. Não deixar nenhum ponto do edital de fora dos estudos.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? Chegou a pensar, por algum momento, em desistir? Se sim, como fez para seguir em frente?

Daniel: O mais difícil é abandonar outros projetos para se dedicar a algo que demora bastante e nunca se tem certeza de quando virá a aprovação.

Mas eu sabia que uma hora viria, só não imaginava quando.

Estratégia: Qual foi sua principal motivação?

Daniel: Proporcionar uma vida mais tranquila para a família.

E também que todas as pessoas que se dedicaram realmente aos concursos, uma hora atingiram o objetivo.

Alguns com 1 ano, outros com 5 anos de estudo.

Depende somente de nós mesmos.

Ah, e precisa ter sorte de cair o que estudou também. Meu sogro sempre dizia, que “não basta ser bom, tem que dar sorte!!”

Meu pai, como concursado da magistratura também sempre me motivou, mas sempre soube que o que alcançou foi com bastante esforço.

Sempre tem alguém que se esforça mais ou que sofre mais que a gente. Devemos agradecer sempre!!

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para concurso. Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Daniel: Vale a pena se dedicar.

E todo apoio e qualquer dica de quem tem experiência é importante. O estudo para concursos é sempre uma evolução!!

Outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados
Cursos Online para Concursos

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Resultados:

  • Concurso DPE-AM 2018 - Defensor Público Dos 59 aprovados, 21 deles são nossos alunos
  • Concurso DPE-AP 2018 - Defensor Público Dos 108 aprovados, 34 deles são nossos alunos
  • Concurso ALE-RO 2018 - Advogado Dentro das 4 vagas ofertadas, 2 aprovados são nossos alunos
  • Concurso PGM-Manaus 2018 - Procurador Dos 146 aprovados, 58 deles são nossos alunos
  • Concurso PGE-TO 2018 - Procurador Dos 135 aprovados, 52 deles são nossos alunos

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.