Artigo

Áreas dos concursos públicos: Está em dúvida?

No artigo de hoje vamos falar sobre as Áreas dos concursos públicos: Está em dúvida?

Dicas para escolher entre as áreas de concurso

Se você está em dúvida sobre qual área de concursos públicos seguir, antes de tudo, é importante realizar uma avaliação cuidadosa dos seus interesses, habilidades e objetivos antes de tomar uma decisão.

Algumas etapas que devem ser analisadas para ajudá-lo a tomar uma decisão:

  • Autoavaliação: Analise as suas habilidades, interesses e valores. Considere suas áreas de conhecimento e as atividades que mais gosta de realizar. Desse modo, pergunte a si mesmo o que realmente almeja em uma carreira pública.
  • Pesquisa de carreiras: Pesquise sobre as diferentes áreas do serviço público. Existem muitas opções, como educação, saúde, segurança, administração pública, tecnologia da informação, entre outros. Descubra quais deles se alinham melhor com seus interesses.
  • Requisitos e qualificações: Levante os requisitos e as qualificações necessárias para cada área. Afinal, algumas carreiras podem exigir formação específica, enquanto outras podem ser mais acessíveis para candidatos independente das formações acadêmicas.
  • Estilo de vida e localização: Considere o estilo de vida que você deseja ter e a localização geográfica onde deseja trabalhar. Algumas carreiras públicas podem exigir mudanças para diferentes cidades ou estados.
  • Consulte profissionais: Converse com pessoas que trabalham nas áreas que você está considerando. Eles podem fornecer informações valiosas sobre a rotina de trabalho e os desafios envolvidos.
  • Planejamento de longo prazo: Pense no seu futuro a longo prazo. Avalie se a área que você escolher agora se alinha com seus objetivos de carreira a longo prazo.

Além disso, você deve se lembrar que a escolha de uma área para concursos públicos é uma decisão importante e que pode impactar sua vida profissional a longo prazo. Sendo assim, é fundamental dedicar tempo à pesquisa e reflexão antes de tomar uma decisão definitiva.

Qual a importância de escolher a área?

Atualmente, a concorrência nos concursos públicos está muito alta, e um dos principais equívocos cometidos por muitos candidatos é a perda de foco. Isso ocorre quando eles tentam estudar para todas as oportunidades que surgem, o que torna praticamente impossível estudar com a devida concentração para uma área específica.

Além disso, as diferentes áreas de concursos abrangem uma ampla variedade de matérias e tópicos em seus editais. Portanto, para aumentar significativamente suas chances de aprovação em concursos públicos, é crucial que o candidato acumule o máximo de conhecimento em uma área específica.

Em outras palavras, é fundamental que ele adquira um domínio profundo dos conteúdos exigidos no edital do concurso de sua escolha. Isso exige um alto nível de dedicação por parte do concurseiro, que enfrentará dificuldades consideráveis se tentar abranger várias áreas ao mesmo tempo, em vez de se concentrar em uma única.

Logo, a primeira etapa quando se decide estudar para concursos públicos é selecionar uma área que esteja alinhada com seus interesses e aptidões para iniciar seus estudos. Uma opção recomendada é escolher uma área que ofereça cargos relacionados à sua formação acadêmica.

Dessa forma, você se sentirá mais à vontade estudando conteúdos que façam sentido para você, e isso resultará em uma afinidade maior com as responsabilidades associadas a esses cargos.

Como escolher a área dos concursos públicos?

Para determinar a área que você deseja focar, é importante considerar alguns pontos fundamentais:

  1. Avalie suas aptidões e verifique se elas se alinham com a carreira em questão.
  2. Familiarize-se com as diversas áreas de concursos disponíveis.
  3. Informe-se sobre os requisitos necessários para participar dos concursos relacionados a essa área.
  4. Analise se você se identifica com as responsabilidades associadas ao cargo em questão.
  5. Pesquise sobre o plano de carreira e os benefícios oferecidos na área escolhida.

Vamos introduzir abaixo as principais áreas de concursos públicos.

Área de Tribunais

A área de tribunais é uma das que mais chama a atenção dos concurseiros, visto que os seus certames geralmente oferecem uma grande quantidade de vagas, com boas remunerações, além dos vários privilégios existentes no Poder Judiciário, como rápidas progressões, recessos, auxílios generosos, entre outras vantagens.

Os editais desta área estão sempre sendo publicados, devido a grande quantidade de tribunais existentes no Poder Judiciário do Brasil, sendo eles:

  • Tribunais Superiores;
  • Tribunais Regionais Federais (TRF);
  • Tribunais de Justiça (TJ);
  • Tribunais Regionais do Trabalho (TRT);
  • Tribunais Regionais Eleitorais (TRE);

Os Tribunais Superiores são os órgãos máximos dos seus ramos de Justiça, como o Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) e o Superior Tribunal Militar (STM). Ademais, há também o famoso Supremo Tribunal Federal (STF), o qual se encontra no topo do Poder Judiciário Brasileiro.

Por sua vez, os Tribunais Regionais Federais correspondem à 2º Instância da Justiça Federal. Atualmente há 6 TRFs no Brasil.

Já os Tribunais de Justiça são a 2º Instância da Justiça Estadual, os quais estão presentes em todos os 26 estados, além do Distrito Federal. 

Além disso, há também os Tribunais Regionais do Trabalho, responsáveis pela 1º e 2º Instância da Justiça do Trabalho. Apesar de haver um TRT na maioria dos estados, há alguns TRTs que abrangem duas unidades federativas, sendo 24 no total.

Por fim, os Tribunais Regionais Eleitorais, os quais são responsáveis pela Justiça Eleitoral, também estão presentes em todos estados.

Os principais cargos desses órgãos, com exceção da Magistratura, são os de Técnico Judiciário e Analista Judiciário.

Os Técnicos Judiciários fornecem apoio técnico ou administrativo aos tribunais, de acordo com sua área de especialização. Já os Analistas Judiciários desempenham atividades de planejamento, organização, coordenação e supervisão técnica.

Em relação às remunerações, os Técnicos Judiciários e Analistas Judiciários dos Tribunais Superiores, TRFs, TRTs e TREs possuem a seguinte remuneração:

Analista Judiciário:

  • 2024:
    • Inicial: R$ 13.994,78
    • Final: R$ 21.013,03
  • 2025:
    • Inicial: R$ 14.852,66
    • Final: R$ 22.301,14

Técnico Judiciário:

  • 2024:
    • Inicial: R$ 8.529,67
    • Final: R$ 12.807,24
  • 2025
    • Inicial: R$ 9.052,54
    • Final: R$ 13.592,33

Em relação aos TJs, cada Tribunal determina a sua própria remuneração, mas a média para cargos de nível médio é de cerca de R$ 4.000,00, e para cargos de nível superior é de R$ 10.000,00.

Confira abaixo os principais concursos abertos e iminentes da área de tribunais:

Área de Controle

A área de controle é uma área interessantíssima de se trabalhar.

Uma das principais funções do Auditores de Controle é realizar a fiscalização de como o dinheiro público está sendo empregado, além de avaliar a prestação de contas dos administradores responsáveis pelas verbas arrecadadas. Desse modo, este cargo é considerado uma peça fundamental para termos uma sociedade mais eficiente e justa.

A área de controle é formada pelos concursos dos Tribunais de Contas e das Controladorias.

Os Tribunais de Contas são os responsáveis por realizar o controle externo, sendo eles:

  • Tribunal de Contas da União (TCU);
  • Tribunal de Contas do Estado (TCE);
  • Tribunal de Contas dos Municípios (TCM);
  • Tribunal de Contas do Município (TCM).

TCU é o principal órgão da área de controle, sendo também o mais desejado pelos concurseiros, o qual, em regra, realiza a fiscalização da aplicação dos recursos da esfera federal.

Por sua vez, os TCEs estão presentes em cada estado brasileiro, sendo eles os responsáveis pela fiscalização do dinheiro público estadual.

Já o Tribunal de Contas do Município não é um órgão comum de se encontrar, havendo apenas dois no país, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Por fim, os Tribunais de Contas dos Municípios também são raros, havendo apenas nos estados do Pará, Bahia e Goiás.

Em relação às Controladorias, as mesmas são responsáveis pelo chamado controle interno, sendo elas:

  • Controladoria-Geral da União (CGU);
  • Controladoria-Geral do Estado (CGE);
  • Controladoria-Geral do Município (CGM).

CGU é a mais famosa das controladorias, sendo a responsável pelo controle interno do Poder Executivo Federal.

Já as CGEs estão presentes em praticamente todos os estados, sendo as responsáveis pelo controle interno do Executivo de cada um dos estados brasileiros.

Por fim, a CGM é o órgão controlador municipal.

Além da nobreza do trabalho, os profissionais da área de controle também contam com excelentes remunerações, com cifras superando a casa dos R$ 20.000,00. Por exemplo, atualmente o salário de um Auditor do Tribunal de Contas da União é de $ 24.652,05. Já a remuneração de um Auditor da Controladoria-Geral de Santa Catarina é de R$ 21.055,69. Nada mal, não é mesmo?

Confira abaixo um panorama sobre os próximos concursos da área de controle:

Área Fiscal

A área fiscal é uma das mais desejadas e concorridas áreas de concursos públicos, e não é para menos.

Um dos principais atrativos, se não o principal, é a alta remuneração que acompanha o cargo de Auditor Fiscal.

Por exemplo, um Auditor Fiscal do Pará recebe, atualmente, a remuneração de um Ministro do STF, que é de quase R$ 40.000. Em regra, a maioria dos auditores fiscais, principalmente os estaduais e federais, auferem rendas acima dos R$ 20.000,00.

Mas não é apenas isso, o status proporcionado pelo cargo de Auditor Fiscal é algo que brilha os olhos de todo concurseiro.

A escolaridade exigida no cargo de Auditor Fiscal é de nível superior completo. Contudo, há alguns cargos nos Fiscos que aceitam nível médio, como para alguns Técnicos e Analistas Fiscais.

O cargo de Auditor Fiscal existe em todos os entes federativos:

  • União: Auditor Fiscal da Receita Federal (RFB);
  • Estados: Auditor Fiscal da Receita Estadual (SEFAZ);
  • Municípios: Auditor Fiscal da Receita Municipal (ISS).

Mas você deve estar se perguntando o que faz um Auditor Fiscal, não é mesmo? Bom, este cargo é o responsável por arrecadar os tributos que serão utilizados para o bem estar dos cidadãos, como na manutenção da saúde, educação e segurança.

Ficou interessado? Então conheça quais são concursos fiscais que estão previstos, além daqueles que já estão com editais abertos:

Área da Segurança

A área da segurança é sempre bastante agitada, visto a grande quantidade de editais que são publicados ao longo do ano.

As oportunidades são bastante variadas, para todos os perfis, em todos os estados brasileiros.

Há chances para policiais civis, militares, rodoviários, peritos, investigadores, agentes, bombeiros, policiais penais, entre outros.

A escolaridade depende do órgão e do estado. Por exemplo, há estados que exigem nível superior para ser Policial Militar, enquanto outros exigem apenas nível médio.

As remunerações também variam bastante. O Distrito Federal, o qual possui uma das maiores remunerações para os agentes de segurança do país, possui salários iniciais para Policial Civil de R$ R$ 9.394,68, para Policial Militar de R$ 6.081,28, para Bombeiro de R$ 6.427,92, e R$ 5.445,00 para Policial Penal. Nada mal, não é mesmo?

Confira abaixo os principais concursos abertos e iminentes da área da segurança:

Área Administrativa

Para você que deseja se tornar um servidor público, a área administrativa pode ser uma ótima porta de entrada para o funcionalismo público. Contudo, há também concursos administrativos excelentes, os quais podem ser utilizados facilmente como cargo final.

Esta área é geralmente contemplada com vários editais, oferecendo uma boa quantidade de vagas, e 2024 é um grande exemplo disso, com dezenas de órgãos administrativos federais abrindo concursos, para os mais variados cargos, e com ótimas remunerações.

Este tipo de carreira está presente em diferentes seleções e abrange milhares de órgãos, secretarias e autarquias a nível municipal, estadual e federal!

Esta área é geralmente bem visada por oferecer uma boa quantidade de vagas para nível médio de escolaridade, com boas remunerações, como o cargo de Técnico de Indigenismo da FUNAI, o qual possui remuneração inicial de quase R$ 5.975,51.

Área Legislativa

A área Legislativa, Poder este exercido pelos representantes do povo brasileiro, é uma área que desperta grande interesse dos concurseiros.

Os cargos desta área geralmente são de Técnicos, Analistas, Consultores e Policiais Legislativos, os quais possuem como principais atribuições contribuir para o bom funcionamento das Casas Legislativas, as quais são:

  • Senado Federal e Câmara dos Deputados;
  • Assembleia Legislativa dos Estados;
  • Câmaras Municipais.

Um dos grandes atrativos desta área são as excelentes remunerações, como nos casos do Senado e da Câmara dos Deputados, que podem chegar a mais de R$ 33.000,00 inicial. As Assembleias Legislativas também possuem boas remunerações, como a de Analista da ALESP (Assembleia Legislativa de São Paulo), que pode chegar a R$ 11.421,92 iniciais.

Além disso, as carreiras legislativas geralmente contam com generosos benefícios e gratificações, sendo estes grandes diferenciais em relação às carreiras do Executivo.

Conheça os principais concursos da área Legislativa:

Espero que você tenha gostado do nosso artigo de hoje!

Bom Estudo!

https://www.gov.br/gestao/pt-br/assuntos/noticias/2023/concurso-nacional-unificado-ofertara-6-590-vagas-no-governo-federal

https://www.youtube.com/watch?v=IrYzUT4zIp4

Cursos e Assinaturas

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país!

Concursos abertos

Concursos 2024

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.